PUBLICIDADE

Sites de relacionamento prendem atenção de internautas brasileiros

Levantamento realizado pelo Ibope/NetRatings, com o título Web Brasil, divulgado trimestralmente pela consultoria, aponta que os sites de comunidades absorvem cerca de 20,5% do tempo total de navegação

Por Agencia Estado
Atualização:

Os sites de relacionamento compõem a área que mais prende a atenção dos brasileiros na Internet. De acordo com um levantamento realizado pelo Ibope/NetRatings, com o título Web Brasil, divulgado trimestralmente pela consultoria, os sites de comunidades absorvem cerca de 20,5% do tempo total de navegação. Em seguida, estão sites de e-mail (11,3%), portais de interesse geral (10,5%), instituições financeiras (6,5%) e ferramentas de busca (4,7%). De acordo com o diretor-executivo do Ibope Inteligência, Marcelo Coutinho, isso é explicado porque os povos latinos possuem uma cultura comunicativa forte, que se traduz em uma procura maior por atividades de relacionamento na Internet. O estudo mostrou ainda que os usuários brasileiros da Internet destinam 53,2% do tempo de navegação a apenas cinco ferramentas disponíveis na rede: comunidades virtuais, e-mail, portais, bancos e ferramentas de busca. Em países como Espanha e Estados Unidos, que também integram o levantamento, as cinco áreas que mais absorvem a atenção do usuário respondem por 39,8% e 30,4% do tempo de uso, respectivamente. Coutinho avalia que diversos fatores contribuem para explicar essa concentração. Ele destaca que, em países como os Estados Unidos, a prestação de serviços e a oferta de conteúdo na Internet são mais desenvolvidos, o que resulta em uma pulverização maior do uso da Internet. "Lá, há uma oferta maior de coisas para se fazer na rede", afirma o analista. Além disso, Coutinho ressalta que a preocupação dos pais brasileiros com a segurança tem estimulado os filhos a passarem mais tempo na Internet em vez de buscar entretenimento fora de casa. "Hoje em dia, os pais preferem ver seus filhos em frente ao computador do que na rua à noite." Semelhanças O levantamento do Ibope/NetRatings também mostra semelhanças significativas entre Brasil, Estados Unidos e Espanha. Sites de e-mail, por exemplo, aparecem entre as categorias mais visitadas em todos os casos, com 10,9% do tempo de uso entre espanhóis e 7,7% entre norte-americanos. Ferramentas de busca também aparecem nos três casos, com 8,4% na Espanha e 3,9% nos Estados Unidos. O mesmo acontece nos portais de interesse geral, que ficam com 6,9% e 6,6%, respectivamente. Segundo Coutinho, outro item que ajuda a demonstrar um comportamento semelhante dos usuários é a performance registrada pela categoria de jogos online no levantamento. Nos Estados Unidos, esse tipo de ferramenta absorve 7,2% do tempo de navegação, enquanto no Brasil e na Espanha esse número é de 4% e 3,8%, respectivamente. Diferenças Por outro lado, a pesquisa do Ibope/NetRatings mostra que o Brasil também possui algumas características que o distinguem dos outros países avaliados. Mesmo tendo alcançado 6,2% do tempo de uso no Brasil, os sites de instituições financeiras, por exemplo, não aparecem entre as cinco categorias mais navegadas nos outros dois países, ficando com o oitavo lugar na lista dos EUA, com 2,9% do tempo de uso, e com o 7º lugar na Espanha, com 4,4%. Entre os exemplos citados pelo estudo estão ainda sites de governo, que respondem por 3,1% do tempo total no Brasil, quase o dobro dos 1,7% registrados nos Estados Unidos e acima também dos 2,7% contabilizados na Espanha.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.