Bondinho volta a funcionar no Rio após morte de turista

O bonde que liga o centro do Rio ao bairro de Santa Teresa, no Rio de Janeiro, voltou a funcionar normalmente neste sábado, dia 25. Ontem, o turista francês Charles Damien Pierson, de 24 anos, morreu ao cair do bondinho. Ele viajava no estribo, do lado de fora do veículo, e perdeu o equilíbrio ao inclinar o corpo para tirar uma fotografia no momento em que o veículo trafegava sobre os Arcos da Lapa, a 17,6 metros de altura.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

25 Junho 2011 | 10h03

O trilho é cercado por uma tela, mas, segundo as testemunhas do acidente, a proteção só fica presa pelas laterais, em barras de ferro. Pierson teria escorregado por baixo da tela. Um morador de rua que presenciou a queda contou ainda que dois adolescentes roubaram a câmera fotográfica do turista e pertences que estavam em seu bolso.

O condutor do veículo prestou depoimento na 5º DP de Santa Teresa, e, por solicitação da perícia, a circulação se manteve interrompida até o final do dia. A Secretaria de Transportes informou que "o bonde deixou a estação Carioca com 40 pessoas embarcadas, limite máximo permitido, e sem passageiros no estribo". Ainda de acordo com a Secretaria, em reunião realizada há menos de uma semana, o IPHAN apresentou o projeto para a revitalização das grades que margeiam os Arcos.

Mais conteúdo sobre:
acidente Rio bondinho turista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.