China está 'descontente' com apoio estrangeiro a artista preso

O governo chinês afirmou nesta terça-feira que está "descontente" com o apoio estrangeiro ao artista e ativista detido Ai Weiwei, após a prisão de Ai na semana passada ter provocado repulsa dos Estados Unidos e outros países ocidentais.

REUTERS

12 de abril de 2011 | 08h29

"O povo chinês também se sente perplexo -- por que algumas pessoas em alguns países tratam o suspeito de um crime como herói?", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Hong Lei, em entrevista coletiva.

"O povo chinês está descontente com isso. Não importa a influência que a pessoa tenha, ela será punida de acordo com a lei."

Os comentários de Hong acontecem após a China ter dito no domingo que os Estados Unidos são cercados por violência, racismo e tortura e não têm autoridade para condenar outros governos em questões de direitos humanos. As afirmações foram uma resposta às críticas norte-americanas pela prisão de Ai.

(Reportagem de Chris Buckley)

Mais conteúdo sobre:
CHINADISSIDENTEARTISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.