Ferroviários da CPTM decidem suspender greve

Os ferroviários voltam a trabalhar amanhã. A decisão foi tomada após audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo. As bases dos sindicatos que compõem a categoria continuarão em estado de greve até o dia 10, quando deve ocorrer uma nova audiência de conciliação.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

02 Junho 2011 | 18h55

Os sindicatos esperam a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) formular uma nova proposta para atender às reivindicações dos trabalhadores. Caso a empresa não ofereça uma proposta melhor, os empregados voltarão a parar no próximo dia 15.

Os trabalhadores da CPTM pedem 5% de aumento real salarial e quase 8% de correção sobre a inflação apurada em São Paulo pelo IPC-Fipe (Índice de Preços ao Consumidor, apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Solicitam também reajuste no valor do vale refeição. A companhia ofereceu 3,7% de reajuste nos salários.

Mais conteúdo sobre:
ferroviários CPTM greve salário reajuste

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.