Inpe selecionará coordenadores para cinco áreas

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), de São José dos Campos, no Vale do Paraíba (SP), começará a selecionar coordenadores para cinco áreas da instituição. A escolha de novos diretores segue o planejamento estratégico que instaurou o primeiro Plano Diretor do Inpe. A seleção será por meio de comitês de busca. São grupos de cinco funcionários que escolhem profissionais de competência e experiência para cada uma das áreas. Os comitês, segundo a assessoria do instituto, divulgam o edital para a chamada dos candidatos, na página eletrônica do Inpe (www.inpe.br).Cada grupo escolherá três nomes e a lista tríplice será encaminhada ao diretor do órgão, Gilberto Câmara, que dará a palavra final. O processo para a mudança dos coordenadores não agradou ao sindicato da categoria. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores da Área de Ciência e Tecnologia da região, Fernando Morais, a escolha por meio de comitês de busca é "um retrocesso". "Não é só o sindicato que discorda. Os próprios coordenadores discordam. O correto seria uma eleição direta para listas tríplices", argumentou."O que ele (Câmara) quer, na verdade, é colocar as pessoas dele. Falta um procedimento mais democrático", complementou. O assunto era discutido hoje, em Brasília, entre os funcionários públicos de ciência e tecnologia. Ainda segundo as acusações do sindicato, a direção do Inpe quer manipular o processo de substituição dos diretores para, "em breve", dar início à privatização do instituto. "Isso será o fim da ciência e tecnologia no País. Vão aos poucos passar os projetos para fundações e ONGs (organizações não-governamentais)." A assessoria do Inpe alegou que se trata de um "processo democrático", no qual os candidatos terão de mostrar "competência e experiência" para ocupar o cargo. O instituto Informou que o processo segue o Plano Diretor, que teve a participação de funcionários. O Inpe descartou a possibilidade de privatização do instituto e não aceitou as acusações do sindicato da categoria.

SIMONE MENOCCHI, Agencia Estado

18 de março de 2008 | 17h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.