Lula assina hoje decreto sobre Acordo Ortográfico

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinará hoje, no Rio de Janeiro, em cerimônia na Academia Brasileira de Letras, decreto que estabelece o cronograma para a vigência do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Será durante sessão solene de celebração dos 100 anos de morte de Machado de Assis. O Acordo Ortográfico prevê mudanças na Língua Portuguesa, como o fim do trema, a supressão de consoantes mudas, novas regras para o emprego do hífen, inclusão das letras w, k e y ao idioma, além de novas regras de acentuação. O acordo entrará em vigor a partir de janeiro de 2009, mas as duas normas ortográficas - a atual e a prevista no acordo - poderão ser usadas e aceitas como corretas nos exames escolares, vestibulares, concursos públicos e demais meios escritos até dezembro de 2012.O Acordo Ortográfico foi assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, para unificar o registro escrito nos oito países que falam Português - Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal. A medida, segundo o Ministério da Educação, deve facilitar o processo de intercâmbio cultural e científico entre os países e ampliar a divulgação do idioma e da literatura em língua portuguesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.