No segundo dia, Lollapalooza deve ser mais dançante

O Lollapalooza 2015 chega nesta domingo, 29, ao segundo dia, no Autódromo de Interlagos, zona sul de São Paulo. A configuração da programação aponta para uma noite mais dançante, que finaliza com a pista a céu aberto do palco principal (Skol), que deverá ser criada pelo produtor superstar Pharrell Williams. Ele será o último a se apresentar, das 20h15 às 22h. Ao mesmo tempo, serão seus rivais em palcos vizinhos a banda de Chicago Smashing Pumpkins e o DJ performático Steve Aoki.

JULIO MARIA, Estadão Conteúdo

29 de março de 2015 | 12h37

Na faixa anterior, das 19h, há o também produtor promovido a músico pop, o escocês Calvin Harris, no palco Onix; a banda indie novata Young The Giant, no palco Axe, e o rapper modernoso Childish Gambino, nome artístico de Donald Glover, no espaço Perry. Pitty, apesar de estar em quase todos os festivais indie, briga com os dançantes Foster the People e Chainsmokers e ganha fácil para quem quiser mais espírito rock and roll e menos farofa eletrônica. E, apesar de já ter vindo ao Brasil, o The Kooks lidera na faixa das 16h, quando se apresenta no palco Skol, dividindo holofotes e caixas acústicas com o Three Days Grace e o Carnage.

Antes disso tudo, a partir das 12h, há bandas poderosas como a potiguar Far From Alaska, que só canta em inglês um rock and roll levantado sobre riffs de guitarra e bateria pesada, o rapcore da mexicana Molotov e a sessentista paulistana O Terno.

Caminhada

As dicas de bem-estar durante a maratona continuam valendo para este segundo dia de festival. As ocorrências nos postos de saúde montados ao lado dos palcos são, geralmente, por bolhas nos pés. Isso por causa de uma peculiaridade geográfica de Interlagos, a Cidade do Rock improvisada em São Paulo. Os quatro palcos ficam bem distantes um do outro e o solo, além de irregular, com longas subidas e descidas, é coberto por pedregulhos (ao contrário da grama sintética no chão regular do Rock in Rio). A distância chega a ser de 1 quilômetro entre um palco e outro. Não há muito a fazer, a não ser usar tênis confortável e se preparar para a peregrinação.

Algumas adaptações foram feitas pela produção para tentar diminuir o desconforto, grande reclamação dos fãs que estiveram em Interlagos nas três edições anteriores. Os longos percursos poderão diminuir um pouco. No ano passado, muita gente acabou pulando as grades que delimitam as pistas para ir de um palco a outro. Parte dessas proteções foi retirada, criando uma espécie de atalho. Um teste feito por repórteres durante a semana mostrou que o problema deve persistir - e o público deve perder até 15 minutos de apresentação entre os deslocamentos.

Preço salgado

O preço de comes e bebes também beira o abusivo nesta edição. A produção usa uma espécie de moeda própria, o mango, dizendo que pretende diminuir as filas com elas. Mas, para que essa estratégia funcione, os fãs precisam, antes de sair de casa, fazer suas compras de mangos pela internet para retirar no local.

O câmbio da moeda do Lolla é o seguinte: cada mango equivale a R$ 2,50. Sendo assim, uma cerveja sai por R$ 10 e um copo de água, R$ 5 (no ano passado, custava R$ 3). O refrigerante teve 50% de aumento, saindo agora por R$ 7,50 (na edição anterior custava R$ 5).

A alimentação também requer paciência. A produção criou para esta edição uma estação gourmet a mais, para evitar as enormes filas do ano passado. Mas elas devem persistir, já que a revista da segurança não deixará que lanches, garrafas de água, latas de cerveja ou frutas inteiras sejam levadas para o Autódromo (apenas frutas picadas são permitidas). Eles temem que esses objetos sejam arremessados nos artistas.

Para quem for usar trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), é bom lembrar que não há operação para resgatar os últimos fãs. O serviço será encerrado à meia-noite. A empresa também lembra que é proibido entrar com bebida alcoólica nas estações.

Programação

Palco Skol

Scalene (11h50 - 12h35)

Molotov (13h30 - 14h15)

Interpol (15h25 - 16h25)

Foster The People (17h35 - 18h50)

Pharrell Williams (20h15 - 22h)

Palco Onix

Far From Alaska (12h40 -13h25)

Rudimental (14h20 - 15h20)

The Kooks (16h30 - 17h30)

Calvin Harris (18h55 - 20h10)

Palco Axé

Dr. Phoebes (12h - 12h30)

Mombojó (13h - 14h)

O Terno (14h30 - 15h30)

Three Days Grace (16h - 17h)

Pitty (17h30 - 18h30)

Young The Giant (19h - 20h)

Smashing Pumpkins (20h30 - 22h)

Palco Perry

Chemical Surf (12h15 - 13h)

Fatnotronic (13h15 - 14h)

Victor Ruiz AV Any Mello (14h15 - 15h)

Big Gigantic (15h15 - 16h15)

Carnage (16h30 - 17h30)

The Chainsmokers(17h45 - 18h45)

Childish Gambino(19h15 - 20h15)

Steve Aoki (20h45 - 22h)

Palco Kidzapalooza

School of Rock (13h30 - 14h30)

B-Boyz (15h - 16h30)

DJ Chemical Surf (17h - 18h15)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Lollapaloozasegundo dia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.