Nos EUA, recall de 11 milhões de potes de analgésico

Um grande fabricante americano do analgésico acetamonifeno, o mesmo princípio ativo do tylenol, vendido em grandes redes de supermercados dos Estados Unidos, fez um recall de mais de 11 milhões de potes de pílulas, depois de descobrir que algumas estão contaminadas com fragmentos de metal - alguns, com quase um centímetro de comprimento.Não há, até momento, informe de ferimentos ou intoxicações. O recall afeta potes contendo várias quantidades de cápsulas de 500 miligramas, fabricadas por Perrigo Co. O produto é vendido com o nome do princípio ativo e a função de combate à dor ("Acetaminophen 500 mg Pain Reliever"), e do fabricante, Perrigo.O fabricante descobriu a contaminação durante uma inspeção na máquina usada para fazer as pílulas, de acordo com o órgão do governo americano que fiscaliza o mercado de medicamentos, a FDA.Investigação realizada pela empresa revelou cerca de 200 pílulas contaminadas, depois de passar 70 milhões por um detector de metal. Consumidores que engolirem as pílulas contaminadas poderão sofrer desconforto estomacal ou possíveis cortes na boca ou na garganta, de acordo com a FDA, que informa ainda que o risco de ferimentos graves é mínimo.A FDA divulgou uma lista das lojas que receberam os lotes sob suspeita, e o número de série dos potes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.