Padre irrita pais na Itália ao revelar que Papai Noel não existe

Dino Bottino diz que tem o dever de distinguir a realidade de Jesus da fábula.

David Willey, BBC

24 de dezembro de 2008 | 06h15

O padre Dino Bottino, da paróquia da Igreja do Sagrado Coração, em Novara, no norte da Itália, nunca podia imaginar a revolta que iria criar quando disse às crianças que nem o Papai Noel, e nem a bruxa boa chamada Befana, que traz presentes no Ano Novo às crianças italianas, existem de verdade.Bottino revelou o segredo para as crianças durante uma missa em meados deste mês.Dezenas de pais reclamaram. "Você estragou o Natal dos meus filhos", disse uma mãe revoltada.Um jornal local publicou as queixas dos pais.Mas o padre Bottino não se abalou. "Eu disse às crianças que o Papai Noel era uma invenção que não tinha nada a ver com a estória do Natal cristão. E eu repetiria isso de novo, se tivesse chance!", afirmou o prelado.Bottino disse que nunca teve a intenção de magoar ninguém, mas tem o dever de distiguir a realidade de Jesus da estória do Papai Noel, que é uma fábula como Cinderela e Branca de Neve.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.