Polícia diz que pai matou filhos e se suicidou no RS

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul encontrou hoje quatro corpos em meio aos escombros de uma oficina mecânica parcialmente destruída por um incêndio, em Porto Alegre, e concluiu que a tragédia foi provocada por um pai que matou os três filhos, ateou fogo no estabelecimento e se suicidou.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 20h03

Os peritos descobriram um CD intacto dentro da caixa do medidor do consumo de energia elétrica. Nela, o mecânico Osvaldo Tavares, de 43 anos, dizia que mataria as duas filhas gêmeas de 5 anos e o filho de 4 anos, e depois cometeria o suicídio como forma de fazer sofrer a ex-mulher, de quem estava separado havia 15 dias. "Ele resolveu puni-la com a morte das crianças", afirmou o delegado Alexandre Vieira, que não divulgou detalhes da gravação.

Tudo o que sabemos sobre:
RSpaimortefilhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.