Quatro PMs são condenados por roubo e extorsão no RJ

A Auditoria da Justiça Militar do Rio de Janeiro condenou quatro policiais militares pelos crimes de extorsão mediante sequestro, roubo qualificado e extorsão. Em abril do ano passado, eles exigiram dinheiro de um frequentador da Vila Mimosa, na Praça da Bandeira, zona norte do Rio. A decisão foi divulgada hoje.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

08 Junho 2011 | 19h33

Os policiais receberam penas diferentes, que variam de 10 a 18 anos de prisão. Segundo a juíza Ana Paula Barros, responsável pelo caso, a condenação deve servir de exemplo para os policiais que, amparados na certeza da impunidade, ainda utilizam suas fardas contra a população indefesa.

A vítima foi um homem que ganhou uma indenização da Supervia após ter sua perna esquerda amputada em um acidente ferroviário. Na madrugada do dia 21 de abril de 2010, ele foi abordado pelo soldado Wandercleison Pires dos Santos e pelo cabo Alexandre Roberto dos Santos Rodrigues. Os policiais lhe deram voz de prisão, alegando que ele era traficante, e passaram a exigir tudo que ele tinha a fim de que não fosse levado para a delegacia de polícia. Diante da ameaça, a vítima entregou R$ 6 mil aos dois PMs.

Na madrugada do dia 28 de abril de 2010, ele foi abordado novamente, pelos mesmos PMs anteriores e pelo 2º tenente Vítor Alexandre Silveira Araújo e o soldado Josemir Flávio Pereira, que exigiram R$ 20 mil. Como a vítima só tinha em seu poder R$ 1 mil, eles o privaram da liberdade por algumas horas. O flagrante foi feito após o rapaz ser orientado por um primo policial a dirigir-se à Delegacia Policial Judiciária Militar (DPJM).

Mais conteúdo sobre:
roubo extorsão condenação PMs RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.