Reparo de adutora pode deixar 80 mil sem água em SP

O rompimento de uma adutora da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) pode deixar cerca de 80 mil pessoas sem água no centro e da zona oeste da capital hoje. Desde as 7 horas, o fornecimento está suspenso para parte dessas regiões por conta de uma adutora de 70 centímetros de diâmetro que se rompeu na Rua João Ramalho, perto da Rua Minerva, em Perdizes. Para efetuar o reparo, a Sabesp teve de interromper o abastecimento para a Barra Funda, Perdizes, Água Branca, Vila Pompéia, Pacaembu, Santa Cecília, Higienópolis, Parque Thomas Edson e Vila dos Ferroviários. A previsão inicial é de que os trabalhos sejam concluídos até as 18 horas desta segunda. Com isso, o fornecimento deve ser totalmente normalizado até a madrugada de terça-feira, 27. Com o problema na tubulação, houve um grande vazamento e parte da rua cedeu. O trecho foi fechado. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) organizou um desvio pela Avenida Sumaré e Rua Turiassu. Segundo a CET, não há registro de congestionamento na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.