Rio confirma 1ª morte por dengue na cidade em 2012

Menino de 9 anos morreu em fevereiro; criança morava em Guaratiba, na zona oeste da cidade

Clarissa Thomé, Agência Estado

06 Março 2012 | 16h41

RIO DE JANEIRO - Um menino de 9 anos foi a primeira vítima da dengue no município do Rio, este ano. A criança morava em Guaratiba, na zona oeste, e morreu em fevereiro. O caso foi investigado pela Secretaria Municipal de Saúde. Desde o início do ano, a cidade registrou 9.640 casos da doença - até a semana passada, havia 6.565 notificações.

O secretário de Saúde, Hans Dohmann, participou pela primeira vez da divulgação semanal do boletim da dengue, lembrou que em 2008, quando houve a pior epidemia da cidade, em fevereiro a cidade tinha registrado 49 mortes por dengue. Na ocasião, foi preciso a intervenção do Estado, com a instalação de tendas de hidratação.

Dohmann ressaltou que houve mudança no perfil da assistência e a própria prefeitura inaugurou 24 polos de assistência, quatro deles com funcionamento 24 horas, abertos a partir de novembro passado.

Ainda segundo o secretário, o menino foi atendido no Hospital Estadual Rocha Faria e foi um caso atípico da dengue. Ele tinha uma doença rara - que não foi divulgada -, cujos sintomas se confundiram com o da dengue. A criança vivia em Guaratiba, terceira região em incidência de casos de dengue. Madureira, na zona norte, e Bangu, na zona oeste, são as regiões com maior número de notificação.

Mais conteúdo sobre:
dengue Rio morte Saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.