PUBLICIDADE

Anitta declara voto em Lula após episódio de assassinato de petista: ‘Não me deixa outra opção’

Artista criticou a postura de violência e intolerância dos apoiadores de Bolsonaro

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A cantora Anitta mudou o posicionamento e manifestou apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa eleitoral de 2022 como reação ao assassinado do guarda municipal Marcelo Aloizio de Arruda — que celebrara um aniversário em homenagem ao petista — pelo agente penal bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho na noite deste sábado, 9.

A cantora brasileira Anitta. Foto: Laurent Gillieron/EFE/EPA

“A postura extremamente agressiva e antidemocrática dessa gente não me deixa outra opção. É Lulalá (...) Não sou petista e nunca fui. Mas este ano estou com Lula”, escreveu a artista no Twitter. “Que paguem o preço de ter a pessoa que vocês mais odeiam no comando novamente só pela burrice e falta de caráter de querer resolver as coisas na violência e na intolerância.”

PUBLICIDADE

Ao longo do ano, a cantora se envolveu em disputas com o presidente Jair Bolsonaro (PL) até bloqueá-lo no Twitter em abril. Ela também mobilizou uma campanha incentivando o voto de jovens menores de 18 anos em outubro.

Lula reagiu à publicação da cantora. “Vamos juntos envolver o Brasil”, escreveu.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.