Brazil Conference debate desafios para o País; confira a programação deste sábado

Encontro reúne pesquisadores e lideranças de diversos setores para discutir soluções para problemas do País

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

A 9.ª edição da Brazil Conference vai discutir, no sábado, 1.º, os caminhos do Brasil para enfrentar os desafios do século 21. Os painelistas debaterão temas como políticas públicas, democracia, meio ambiente e Justiça.

PUBLICIDADE

Nesta sexta-feira, 30, primeiro dia de palestras, os participantes da Brazil Conference discutiram, por exemplo, os desafios para o desenvolvimento econômico da América Latina. Em sua fala, o ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Larry Summers, criticou governantes que atacam a independência dos bancos centrais de seus países. Segundo ele, bater nessas instituições buscando redução da taxa de juros é um “jogo de tolos”.

Organizada pela comunidade brasileira de estudantes em Boston (EUA), a conferência tem parceria do Estadão, que fará a cobertura. Os debates, de forma presencial, vão ocorrer na Universidade Harvard e no Massachusetts Institute of Technology (MIT), apoiadores do evento. Os painéis também serão transmitidos pelo canal do Youtube da Brazil Conference.

“Esse momento é uma oportunidade de explorar os fortes que essas instituições têm a oferecer. A pergunta que a gente quer responder é se o Brasil está preparado para o século 21. O que o Brasil precisa para se desenvolver da melhor forma possível?”, disse a copresidente do evento, Helena Mello Franco.

“Um dos principais valores é a pluralidade, nós queremos garantir um espaço para perspectivas diferentes, para que a gente consiga ter um debate produtivo para avançar o País. Criar um espaço com todas estas perspectivas diferentes enriquecem o debate”, completou Franco.

A conferência está dividida em cinco pilares: políticas públicas e impacto social; economia e negócios; ciência e tecnologia; democracia e justiça; e cultura e diversidade.

Veja a programação:

Sábado, 1º

08:30 - 10:00: Bancos digitais, fintechs e startups - Alexandre Cordeiro, Gabriel Vasquez e Ludmila Pontremolez.

Publicidade

Educação do futuro - Caio Lo Bianco, Gabrielle Oliveira, Seiji Isotani, Priscila Cruz e Gabrielle Oliveira.

10:05 - 11:05: Vozes Invisíveis: resgatando a visibilidade civil e o acesso à cidadania para todos - Thiago Amparo, Fernanda da Escóssia, Rene Silva,Thiago Amparo e Txai Suruí;

Venture capital brasileiro: como exponencializar o mercado - Eric Acher, Flavia Faugeres, Mariana Donangeloe Oscar Decotelli;

11:10 - 12:10: Regulação e transparência na era da desinformação - Hussein Kalout, Nina da Hora, Sergio Moro e Vinicius de Carvalho;

Emergências de saúde pública no Brasil: o que a pandemia ensinou - Átila Iamarino, Helena Petta e Marcia de Castro;

13:20 - 14:20: Quais são as prioridades do governo para o atual mandato? - André Portela, Vilma Pinto, Hussein Kalout, Leany Lemos e Wellington Dias;

Para além do quartinho: as raízes do emprego doméstico no Brasil - Chico Felitti, Lu Ain-Zala, Tiago Rogero e Veronica Oliveira;

Publicidade

Criando sua Carreira com Propósito e Impacto - Ana Carolina Salomão, Denis Mizne, Larissa Maranhão e Thais Cavinatto.

14:25 - 15:25: Governando o ingovernável - Steven Levitsky;

Nomad Experience: Fundadores Brasileiros Criando Unicórnios - Caio Fasanella e Lucas Vargas.

Amazônia: Transformando a Floresta em um Ativo - Denis Minev, Eliane Brum, Jorge Caldeira, Mariano Cenamo e Samela Sateré.

16:05- 17:20: Em busca do Nobel brasileiro: o futuro acadêmico em ciência e tecnologia no Brasil + Prêmio pesquisador destaque - Luiz da Silva, Marcia de Castro e Ricardo Galvão;

17:25 - 18:35: Como conferir maior celeridade, eficiência e credibilidade ao judiciário brasileiro? - Ana Riella, André Gomma de Azevedo, Beto Vasconcelos, Inês Coimbra, Min. Luís Roberto Barroso

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.