PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Carlos Bolsonaro faz confusão nas negociações do PL no Rio de Janeiro

Filho do ex-presidente criticou as tratativas para o senador Carlos Portinho abrir mão da candidatura; o congressista reagiu: ‘Aqueles que nos desunem, mais atrapalham. Deveria ouvir Bolsonaro antes de implodir as bases’

Foto do author Augusto Tenório
Por Augusto Tenório
Atualização:

Parecia tudo resolvido e em paz: o senador Carlos Portinho acertou com o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, as condições para retirar sua pré-candidatura à Prefeitura do Rio de Janeiro e unir forças em torno da candidatura do deputado Delegado Ramagem. Mas o vereador fluminense Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do ex-presidente Jair Bolsonaro, foi às redes sociais, nesta sexta 17, e criou confusão.

Carlos compartilhou um vídeo do influenciador bolsonarista Kim Paim, com críticas a Portinho, pelo que teriam sido as condições para a retirada de sua candidatura. O movimento surpreendeu até mesmo aliados mais próximos da família.

O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. Foto: Dida Sampaio / Estadão

Portinho reagiu: “Aqueles que nos desunem, mais atrapalham! Ouvem o que querem e jogam para o governo, não para a oposição. Já cometeram esse erro antes. Deviam ouvir o seu líder Jair Bolsonaro antes de implodirem as bases e constrange-lo. Kim Paim e Carlos Bolsonaro, que ginástica para construir uma narrativa na falta de verdade alguma. Quanta ilação!”, diz.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.