EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Deputado apresenta denúncia contra Lula no Tribunal Penal Internacional de Haia por antissemitismo

Movimento faz parte de movimento da oposição para desgastar o presidente por causa do discurso sobre o a guerra de Israel na Palestina e o Holocausto

PUBLICIDADE

Foto do author Augusto Tenório
Por Augusto Tenório
Atualização:

O deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS) apresentará denúncia contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Tribunal Penal Internacional de Haia. Trata-se de mais um instrumento da oposição no Congresso, que busca desgastar o presidente pelo seu discurso na cúpula da União Africana, onde comparou a ofensiva do governo de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Foto: Foto: Ricardo Stuckert / PR

PUBLICIDADE

“É inadmissível e irresponsável comparar situações incomparáveis, especialmente considerando o direito legítimo de Israel de se proteger e se defender. Declarações como as proferidas pelo presidente Lula apenas fomentam o discurso de ódio e o antissemitismo”, afirma Rodolfo Nogueira. O parlamentar diz que a peça deve ser protocolada nesta semana na corte internacional.

Além disso, a oposição no Congresso reúne assinaturas de um pedido de impeachment e se articula para ouvir o ministro de Relações Exteriores, Mauro Vieira, Comissão de Relações Exteriores do Senado.

O deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS) Foto: Zeca Ribeiro

Após o discurso, o presidente Lula foi considerado persona non grata por Israel, que também repreendeu publicamente o embaixador brasileiro em Tel-Aviv, Frederico Meyer.

Em resposta, o Itamaraty convocou Meyer de volta ao Brasil e ainda se reuniu com o embaixador israelense no País, Daniel Zonshine, a quem foi expresso o desconforto com o constrangimento causado ao diplomata.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.