EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Gonet se encontra com ministros do TCU

Procurador-geral da República vai participar de almoço na Corte, antes da reabertura dos trabalhos

PUBLICIDADE

Foto do author Eduardo Gayer
Por Eduardo Gayer

Empossado no apagar das luzes de 2023, o procurador-geral da República, Paulo Gonet, aproveita o mês de janeiro para fortalecer os laços com as autoridades em Brasília. Nesta quarta-feira (17), o chefe do Ministério Público Federal será recebido, em um almoço, pelos ministros do Tribunal de Contas da União (TCU). O encontro será logo antes da reabertura dos trabalhos da Corte. Na quarta-feira passada (10), Gonet esteve com o presidente da Corte, Bruno Dantas.

PUBLICIDADE

Em todas as suas visitas de cortesia, Gonet tem afirmado que sua gestão será pautada pela objetividade. O procurador-geral é descrito nos corredores de Brasília como “sério” e “educado”. Antes de ser aprovado pelo Senado para o cargo, o procurador-geral fez o tradicional “beija mão”, a romaria pelos gabinetes de senadores, e já deu essas sinalizações.

Como mostrou a Coluna do Estadão, antes mesmo de sua posse, integrantes do Ministério Público Federal avaliavam que a gestão de Paulo Gonet seria “nem caneta, nem gaveta”. Ou seja, nem punitivista rigoroso, nem garantista ao extremo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.