EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Coluna do Estadão

| Por Roseann Kennedy

Roseann Kennedy traz os bastidores da política e da economia, com Eduardo Gayer e Augusto Tenório

Kajuru diz que quem não respeita Álvaro Dias é “traidor” e senadores veem recado a Moro

PUBLICIDADE

Por Coluna do Estadão

Na despedida de Álvaro Dias (Podemos-PR) no plenário do Senado, na noite desta quinta (15), o senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) fez uma fala que seus colegas entenderam como uma alfinetada em Sergio Moro (União-PR).

Senador Jorge Kajuru (Cidadania). Foto: Pedro França/Agência Senado

PUBLICIDADE

O ex-juiz enfrentou Dias no Paraná em uma campanha cheia de ataques. A campanha de Moro disse que Dias era próximo do PT. E o Podemos, partido de Álvaro Dias, acusou Moro de uso indevido da verba partidária e corrupção.

Foi Dias quem incentivou Moro a ingressar na política e foi um dos mais ativos membros da bancada morista no Senado, durante a gestão do ex-juiz no ministério de Jair Bolsonaro. Hoje, porém, eles são rivais.

Nesta quinta (15), Kajuru disse que Dias tem um só traidor, “um lixo humano”.

“Quem não respeitá-lo é ladrão, é ignorante, é gente de inveja pura ou é traidor. E o principal traidor seu – foi um só –, eu nem vou dizer o nome desse lixo humano”, afirmou o senador.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.