PUBLICIDADE

Conselho de Ética da Alesp notifica Douglas Garcia por quebra de decoro parlamentar

Notificação das oito representações de que o deputado é alvo ocorreu por Diário Oficial, depois de três tentativas de avisá-lo no gabinete

PUBLICIDADE

Foto do author Rubens Anater
Por Rubens Anater
Atualização:

O Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de SP (Alesp) notificou o deputado Douglas Garcia (Republicanos) a respeito das 8 representações contra ele por quebra de decoro parlamentar devido ao ataque feito à jornalista Vera Magalhães nos bastidores do debate da TV Cultura na última terça-feira, 13. Segundo a presidente do Conselho, deputada Maria Lucia Amary (PSDB), a notificação se deu por publicação no Diário Oficial deste sábado, 17, “após 3 tentativas de cientificá-lo no gabinete”.

Douglas Garcia hostilizou Vera Magalhães nos bastidores do debate entre candidatos ao governo de São Paulo na TV Cultura. Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

A partir do aviso, o parlamentar terá o prazo de 5 sessões legislativas para apresentar sua defesa prévia sobre o episódio. Espera-se que as representações, que pedem a cassação do deputado, sejam reunidas para que a tramitação ocorra de forma unificada.

Os pedidos de cassação questionam o ataque realizado por Garcia à jornalista Vera Magalhães no debate da TV Cultura com os candidatos ao governo do Estado de São Paulo. Na ocasião, ele repetiu acusações feitas contra ela pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), além de afirmações falsas sobre seu salário na emissora.

O deputado foi ao debate como convidado do candidato Tarcísio de Freitas (Republicanos), que concorre ao Palácio dos Bandeirantes. Freitas repudiou a atitude e vetou a participação do deputado em sua comitiva nos próximos debates e sabatinas de campanha.

O Estadão tentou contato com o deputado, mas ainda não obteve resposta.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.