PUBLICIDADE

Datafolha em SP no segundo turno: Tarcísio tem 50% das intenções de voto; Haddad, 40%

Veja dados da mais nova pesquisa do instituto

Foto do author Levy Teles
Por Levy Teles
Atualização:

O ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) lidera a disputa ao Palácio dos Bandeirantes com 50% das intenções de votos dos paulistas ante 40% do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), diz pesquisa Datafolha publicada nesta sexta-feira, 7.

Brancos e nulos são 6% e 4% dos entrevistados dizem não saber em quem votar. Se forem considerados os votos válidos, Tarcísio tem 55%, e Haddad, 45%.

Candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, Tarcísio lidera pesquisa Datafolha para o governo de São Paulo. Foto: Adriano Machado/Reuters

PUBLICIDADE

No primeiro turno, o candidato ao governo de São Paulo do Republicanos teve 9,8 milhões de votos (42,3%), enquanto o petista recebeu 8,3 milhões de votos, 35,7% do total contabilizado pela Justiça Eleitoral. Os números foram divergentes com os dados divulgados na véspera do primeiro turno por parte de pesquisas.

Haddad é o candidato mais rejeitado pelos paulistas. 51% dos entrevistados dizem que não votariam no ex-prefeito de jeito nenhum. Tarcísio, apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), tem a rejeição de 39%.

Mais da metade (57%) dos eleitores do governador do Estado, Rodrigo Garcia (PSDB), candidato à reeleição derrotado no primeiro turno, dizem que ele deveria apoiar Tarcísio — decisão tomada pelo chefe do Executivo paulista — e 32% defendem um apoio a Haddad. 6% dizem não saber e 6% afirmam que ele deveria se manter neutro.

“A gente não pode dizer que houve erro. A pesquisa não prevê acertar resultados, não é prognóstico”, disse diretora do instituto Datafolha, Luciana Chong, em entrevista à GloboNews.

Após a eleição do dia 2 de outubro, o ministro da Justiça, Anderson Torres, pediu à Polícia Federal para que investigue os institutos de pesquisa. Na quinta-feira, 6, o senador Marcos do Val (Podemos-ES) apresentou pedido de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os institutos de pesquisa de intenção de voto.

Publicidade

Contratada pela Folha de S. Paulo e pela Globo, a pesquisa divulgada nesta sexta foi realizada entre 5 e 7 de outubro e entrevistou 1.806 eleitores presencialmente em 74 cidades paulistas. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-09303/2022.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.