EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores da política e da economia, com Julia Lindner e Gustavo Côrtes

Defensora da cloroquina, médica Nise Yamaguchi desiste do PTB e se filia ao PROS

PUBLICIDADE

Por Camila Turtelli e Matheus Lara
Atualização:

Aliada do presidente Jair Bolsonaro, a médica Nise Yamaguchi, defensora da cloroquina, desistiu do PTB e se filiou ao PROS, para compor a chapa de Tarcísio de Freitas (Republicanos), pré-candidato ao governo de São Paulo. Yamaguchi deve concorrer ao Senado, mas não se descarta a possibilidade da médica ocupar o lugar de vice do ex-ministro da Infraestrutura.

A médica Nise Yamaguchi presta depoimento à CPI da Covid Foto: GABRIELA BILÓ / ESTADÃO

PUBLICIDADE

"Esperamos que a Dra. Nise, com força do nome e de seu histórico, ajude o partido para o qual segue a 'puxar' votos para os demais candidatos, fortalecendo o grupo de conservadores de direita que participa do pleito eleitoral deste ano. O PTB guardará um lugar na majoritária para o PROS", disse, em nota, Flávio Beall, vice-presidente do PTB-SP.

Nise ganhou fama na política nacional ao prestar depoimento à CPI da Covid sobre a existência do "gabinete paralelo", grupo extraoficial que, segundo o relatório final da CPI, interferiu diretamente na definição de políticas públicas de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Como o Estadão mostrou, os pré-candidatos ao governo de São Paulo buscam vices mulheres em uma eleição marcada pela ausência feminina na disputa. Até o momento, seis homens foram apresentados em seus partidos: Fernando Haddad (PT), Márcio França (PSB), Rodrigo Garcia (PSDB), Tarcisio de Freitas (Republicanos), Felício Ramuth (PSD) e Vinicius Poit (Novo).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.