PUBLICIDADE

A pedido de Lula, lago do Alvorada é recuperado e presidente encerra recesso pescando com ministros

Em abril, presidente disse que ‘primeira tarefa’ do ministro da Pesca, André de Paula, seria ‘encher de peixes’ o lago artificial que existe na área da residência oficial da presidência para que ele pudesse pescar aos finais de semana

Foto do author Redação
Por Redação

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fechou o período de recesso de fim de ano, neste domingo, 7, com um dia de pescaria com ministros no Palácio da Alvorada, em Brasília.

O petista retoma os compromissos oficiais nesta segunda-feira, com participação em ato no Congresso que marca a memória de um ano desde os ataques golpistas de 8 de janeiro de 2023.

Lula recebeu ministros para uma pescaria no lago artificial do Palácio do Alvorada, em Brasília, neste domingo ,7 Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

Entre os temas urgentes à mesa de Lula na volta ao trabalho, a escolha do substituto do ministro Flávio Dino, da Justiça, que está a caminho da posse como membro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Lula viajou ao Rio de Janeiro para um período de recesso no dia 26 de dezembro. Ele ficou com amigos e familiares na base militar da Restinga da Marambaia. O presidente voltou a Brasília na última quinta-feira, 5, e ainda não teve agendas oficiais.

Neste domingo, ele recebeu os ministros Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, e Luiz Marinho, do Trabalho.

O grupo pescou no lago que existe dentro dos limites da residência oficial da presidência. Em uma foto feita por aliados, o presidente aparece sem camisa, de bermuda e segurando um pacu que havia fisgado.

Encher lago era ‘primeira tarefa de ministro’

A pesca é um dos hobbies do presidente. Em abril, durante o lançamento do Plano Plurianual Participativo, Lula afirmou que “ficou 13 anos fora e os peixes sumiram” do lago do Alvorada.

Publicidade

Em tom de brincadeira, ele disse que a “primeira tarefa” do novo ministro da Pesca, André de Paula, seria encher o lago de peixes para que ele pudesse pescar aos finais de semana.

“O Palácio do Alvorada tem um lago dentro. Esse lago precisou ser limpo na semana passada. Tinha muita lama porque tinha muito tempo que não se limpa. Limpou e ficou seco. E agora precisa encher de peixe. Então, espero que meu amigo André dê uma contribuição, faça uma coleta generosa com múltiplos tipos de peixe, para eu poder passar um sábado pescando um peixinho lá”, afirmou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.