PUBLICIDADE

PF vai convocar presidente da Associação de Bingos do Rio

Por Agencia Estado
Atualização:

O presidente da Associação dos Administradores de Bingos e Similares do Estado do Rio de Janeiro (Aberj), José Renato Granado Ferreira será convocado pela Polícia Federal a depor no inquérito que apura o possível envolvimento do ex-subchefe de assuntos parlamentares da Casa Civil Waldomiro Diniz em crime eleitoral, corrupção e tráfico de influência. A gravação da conversa entre Diniz e o bicheiro Carlos Augusto Ramos, o "Carlinhos Cachoeira", mostra que José Renato pode ter recebido R$ 1,5 milhão para se retirar da concorrência pelo mercado de videobingo. Ele também é apontado como "operador" dos irmãos Alejandro e Johnny Ortiz, que seriam representantes da máfia italiana no Brasil. José Renato está viajando e só voltará ao Rio na semana posterior à do carnaval. Por meio da assessoria da Aberj, informou que só se pronunciará sobre o assunto na volta. "Ele primeiro quer se informar do que aconteceu para depois falar sobre isso", disse um funcionário. O presidente da Aberj saiu da capital fluminense, de acordo com a assessoria, antes de o escândalo envolvendo Diniz ser divulgado. Fabricante de máquinas de videobingo, o presidente da associação dirige uma entidade que reúne os 42 bingos do Estado. Eles usam tanto o jogo tradicional, em que os números são marcados em cartelas, quanto os aparelhos de videobingo, que só podem funcionar com autorização da Loteria do Estado do Rio de Janeiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.