PUBLICIDADE

Tabata Amaral fratura dedo do pé após deixar peso cair na academia

Pré-candidata a prefeita manteve atividades partidárias e incentivou interessados em se candidatar a vereador a se filiarem ao PSB

Foto do author Redação
Por Redação

Pré-candidata a prefeita de São Paulo, a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) se distraiu enquanto malhava na academia, deixou um peso de 20 quilos cair em seu pé e acabou fraturando o “dedão”. A parlamentar tenta, agora, se recuperar a tempo para correr a Meia Maratona Internacional de São Paulo em abril, cujo percurso tem 21 quilômetros. O incidente ocorreu na sexta-feira, 23.

“Vou ter que ficar algumas semanas sem poder correr. Fiquei bem chateada e bem triste, mas lembrei que nada na minha vida é fácil, por alguma razão, e que eu sou uma pessoa muito resiliente. Não sou de desistir”, disse Tabata em uma rede social.

Deputada fraturou o "dedão" do pé direito Foto: @tabataamaralsp via Instagram

PUBLICIDADE

Apesar do incidente, ela continuou com as atividades de pré-campanha e se reuniu com a Comissão Executiva do PSB de São Paulo na tarde deste sábado, 24, e fez campanha para que interessados em se candidatar a vereador na capital paulista se filiem ao partido.

A chapa do partido já tem nomes como Lúcia França, esposa do ministro do Empreendedorismo, Márcio França (PSB-SP); Mônica Calazans, enfermeira que foi a primeira vacinada contra a Covid-19 no Brasil; Renata Falzoni, cicloativista e fotógrafa, e Patrícia Gama, que já foi vereadora e deputada estadual.

Tabata pretende intensificar as agendas de campanha com candidatos a vereador nos próximos meses em resposta ao prefeito Ricardo Nunes (PL-SP) e ao deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP). Nunes utiliza as entregas da prefeitura para fazer eventos por São Paulo, enquanto Boulos busca fazer o mesmo, mas com ações e medidas do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que apoia sua candidatura.

A pré-candidata do PSB tem dificuldades para fazer alianças com outros partidos. Na quinta-feira, 22, o Avante, com quem ela conversava, oficializou apoio a Nunes. Outro possível aliado, o PSDB está rachado entre lançar candidatura própria e também apoiar o prefeito. Apesar disso, o entorno de Tabata nega que ela esteja isolada e ressalta os apoios do vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB-SP), do ministro Márcio França e do apresentador de TV José Luiz Datena (PSB).

A pré-candidata do PSB já anunciou para sua equipe três nomes que atuaram no governo do tucano Bruno Covas: Orlando Faria, ex-secretário de Habitação, Vivian Satiro, então secretária-adjunta de Licenciamento, e Luiz Alvaro, titular da pasta de Relações Internacionais de Covas. Segundo interlocutores, a deputada articula a chegada de novos nomes que devem ser anunciados nas próximas semanas.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.