PUBLICIDADE

Engenheiro é 'pai' da Ponte Estaiada

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Após três anos de obras, a Ponte Octavio Frias de Oliveira, popularmente conhecida como Ponte Estaiada, ganhou status de cartão-postal. Projetada pelo engenheiro Catão Francisco Ribeiro, ela é formada por duas pistas estaiadas em curva, que cruzam o Rio Pinheiros na altura do Brooklin, na zona sul.

São 144 estais (formados por feixes de cabos de aço flexíveis), responsáveis por manter suspensas as pistas de 1.400 metros de comprimento cada. Os cabos são presos a uma estrutura central, de 138 metros de altura, que "segura" todo o peso, estimado em 500 toneladas.

Construída por 420 trabalhadores, a ponte em formato em "x" parece flutuar. Inaugurada em 2008, custou R$ 233 milhões. Os estais são revestidos por tubos amarelos, feitos de plástico resistente ao sol e à chuva. De longe, a cor chama a atenção dos motoristas.

Mas, na proposta original divulgada pela Prefeitura, a ponte seria mais que um cartão-postal a ser apreciado à distância. Na época da inauguração, cogitava-se construir um centro cultural no térreo - onde haveria livros, revistas, lanches e lembrancinhas, além de mirante.

O "pai" da ponte é autor de outros projetos estaiados Brasil afora. A obra da Marginal do Pinheiros, no entanto, é considerada especial. Ganhou prêmios internacionais por seus cálculos em curva. / ADRIANA FERRAZ

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.