64% dos paulistanos são a favor da abertura de ruas para áreas de lazer

Ao todo, foram entrevistados 700 moradores da capital paulista, acima de 16 anos, entre os dias 28 de agosto e 5 de setembro

PUBLICIDADE

Por Juliana Diógenes
Atualização:

SÃO PAULO - No Dia Mundial Sem Carro, a 9ª Pesquisa sobre Mobilidade Urbana realizada pelo Ibope revelou que 64% dos moradores da cidade de São Paulo são favoráveis à utilização exclusiva de ruas e avenidas para lazer e circulação de pedestres e ciclistas aos domingos. Já os contrários à medida representam 33%. 

A pesquisa foi encomendada pela Rede Nossa São Paulo em parceria com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Foram entrevistados 700 moradores da capital, acima de 16 anos, entre os dias 28 de agosto e 5 de setembro. 

No início de setembro, o Estado mostrou que 50% dos comerciantes são favoráveis à abertura da Avenida Paulista, 25% contra e 25%, indiferentes.

Após contestação do Ministério Público, a Prefeitura de São Paulo anunciou um calendário de audiências públicas para debater com a comunidade a possibilidade de abertura de uma via em pelo menos cada uma das 32 subprefeituras. 

No último sábado, 19, ocorreram as primeiras audiências, entre elas, a que discutiu o fechamento da Avenida Paulista para veículos. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.