PUBLICIDADE

São Paulo terá mais 3,3 mil táxis e duas novas categorias; entenda

Decreto assinado neste sábado pelo prefeito Ricardo Nunes prevê ainda o sorteio de 3,7 mil vagas em pontos pela cidade, entre eles o do Aeroporto de Congonhas

Foto do author Roberta Jansen
Por Roberta Jansen

A cidade de São Paulo vai ganhar mais 3,3 mil licenças para taxistas, segundo decreto assinado neste sábado, 20, pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB). O prefeito anunciou também duas novas categorias de táxi: “executivo” e “acessível”. Elas terão a mesma tabela tarifária da categoria comum.

  • O serviço executivo será destinado ao público corporativo e a eventos da categoria. Para isso, os carros devem ter no máximo cinco anos de fabricação, quatro portas, cor preta e capacidade máxima para sete passageiros.
  • Os motoristas precisam estar registrados no Cadastro Municipal de Condutores de Táxi (Condutax) e ter pelo menos dois anos de experiência na cidade. Os táxis pretos podem compartilhar pontos com os táxis comuns, mas podem também criar pontos exclusivos. Os táxis comuns podem ter até dez anos e são da cor branca.
  • Já o serviço acessível é formado por carros adaptados para o transporte de pessoas com deficiência, de acordo com as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas e as exigências dos órgãos do município. Os motoristas devem ter o Condutax, além de um curso especial para o transporte de pessoas com deficiência.

“Estamos adequando a realidade da cidade à necessidade dos taxistas para que a gente possa ter um sistema de táxi cada vez mais utilizado e fluido”, destacou Nunes em nota.

O prefeito anunciou também duas novas categorias de táxi: “executivo” e “acessível” Foto: Marcio Fernandes/Estadão

PUBLICIDADE

A Prefeitura também liberou o uso de caminhonetes de cabine dupla, de até três toneladas e meia, para o serviço da capital. Mas os taxistas não poderão cobrar valor adicional pelo transporte de itens na caçamba da caminhonete.

O prefeito anunciou também o sorteio de 3,3 mil novos alvarás de estacionamento de táxis (novas licenças para taxistas) e 3,7 mil vagas em 1,2 mil pontos de táxis na cidade, entre eles o do Aeroporto de Congonhas. As datas dos sorteios e as regras ainda não foram anunciadas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.