Vaca é resgatada de telhado de casa após passagem de ciclone no RS; saiba o que ocorreu

Animal foi encontrado no segundo andar de uma residência, a cerca de 3 km de distância de onde foi amarrado; Estrela é um dos municípios mais afetados por enchente

PUBLICIDADE

Foto do author Priscila Mengue
Por Priscila Mengue
Atualização:

Imagens de uma vaca sobre o telhado de uma casa no município de Estrela chamaram a atenção nas redes sociais nesta quinta-feira, 7. O animal havia se abrigado sobre o segundo andar de uma residência após a elevação do Rio Taquari em decorrência da passagem do ciclone no Rio Grande do Sul, que deixou ao menos 41 mortos e mais de 10 mil desabrigados e desalojados. Há ao menos 25 desaparecidos.

Em um dos vídeos, uma pessoa chama a vaca Mimosa, que responde com mugidos. Uma força-tarefa foi organizada para retirar o animal, com a contratação de um guindaste, porém o equipamento não chegou a ser utilizado: com a movimentação e o peso do animal, o telhado cedeu. A vaca caiu para a área interna da residência, porém não ficou com ferimentos graves.

PUBLICIDADE

O proprietário da vaca, Pedro Nelio Bauer, relatou à Prefeitura de Estrela que havia deixado dois animais amarrados em um campo de futebol. O terreno ficava a cerca de três quilômetros de distância da casa em que ocorreu o resgate.

Um dos animais foi encontrado morto, enquanto o outro foi identificado sobre a residência. A principal hipótese é que a vaca resgatada tenha nadado até o telhado da casa em meio à cheia do rio.

Bauer chegou a gravar um vídeo em que fazia um apelo para que o ajudassem a resgatar a vaca, “antes que ela resolva pular e eu perca o animal”. Após o resgate, levou Mimosa de volta para casa.

Estrela é um dos municípios mais afetados pelo extremo climático, com duas mortes confirmadas e milhares de moradores afetados. O Rio Taquari chegou a quase 30 metros em meio a uma cheia recorde.

A prefeitura diz ter alertado a população sobre a situação desde a segunda-feira, 4, mas que uma parte resistiu em deixar as casas. Neste feriado de Sete de Setembro, as unidades de saúde foram abertas mais cedo para receber atingidos pela enchente.

Publicidade

Nas redes sociais, moradores têm compartilhado pedidos de ajuda para encontrar cavalos, porcos, gado e outros animais desaparecidos. Além disso, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de diversos municípios têm sido acionados para fazer o resgate de animais de telhados, valas e áreas alagadas em geral. Imagens de porcos retirados do alto de uma casa e do corpo de uma ovelha preso à fiação também chamaram a atenção.

O Rio Grande do Sul tem previsão de mais chuva para os próximos dias, com possibilidade de vento forte e granizo. Um novo ciclone deve passar pelas proximidades do Estado nos próximos dias, mas mais distante da costa.

Estrela foi um dos municípios mais afetados pela passagem do ciclone pelo Rio Grande do Sul Foto: Rodrigo Angeli/Governo de Estrela

No momento, o aumento do nível de água que mais preocupa a Defesa Civil estadual é o do Lago Guaíba, em Porto Alegre. O bairro Arquipélago, formado por 16 ilhas, e as áreas ribeirinhas da zona sul da capital gaúcha estão em alerta para inundações até sábado, 9.

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.