Foto do(a) blog

Turismo de luxo, hotelaria e novas tendências do mercado de viagens e turismo

Virtuoso divulga novas tendências de viagem para 2023

PUBLICIDADE

Por Mari Campos
Atualização:

Como alguém que está sempre com o passaporte atualizado (e as vacinas todas também!), vivo de olho nos novos hotéis e destinos que devem ganhar a atenção do viajante a cada ano. Por isso cada levantamento do setor é bem-vindo e agora é a Virtuoso - rede global de agências de viagens especializadas em turismo, hotelaria e experiências de luxo- que divulga novas tendências de viagem para 2023.

ACOMPANHE A MARI CAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM

A Virtuoso reuniu dados coletados entre suas mais de 1.200 agências e mais de 20.000 consultores em mais de 50 países e listou novos compartamentos que ganham força no turismo de luxo em 2023.

LEIA TAMBÉM: Movimento do slow travel retorna ainda mais forte

.

 Foto: Virtuoso/Divulgação

.

PUBLICIDADE

Virtuoso divulga novas tendências de viagem para 2023

Publicidade

Sustentabilidade será cada vez mais prioridade

Segundo o levantamento mais recente do grupo, 74% dos viajantes afirmam estar dispostos a pagar mais para viajar de forma mais sustentável. Mas com um ponto importante: se souberem exatamente para onde está indo seu dinheiro.70% acreditam que viajar de forma sustentável melhora a experiência geral das férias, inclusive a longo prazo. Querem cada vez mais adquirir produtos, serviços e experiências que preservem patrimônios naturais e culturais e beneficiem diretamente a população e a economia locais.

.

Os bons consultores de viagens estão com tudo

O estudo da Virtuoso defende também que76% dos viajantes acreditam que vivemos de fato um "novo normal" e que precisam de um consultor especializado para economizar tempo e energia, evitando dores de cabeça - inclusive millennials e geração Z. Muitos viajantes sabem que seriam capazes de planejar bem suas viagenssozinhos, de maneira independente, mas simplesmente não querem mais fazê-lo, apostando de bom grado em umconsultor de viagens dedicado - que tenha amplo conhecimento do mercado, economize tempo, encontre as melhores opções e, sobretudo, lhes dê segurança em todo o processo.

ACOMPANHE A MARI CAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM

Publicidade

.

Antecedência no planejamento volta a ser regra

As viagens de última hora parecem ter perdido adeptos de 2021 para cá. Com tanta demanda reprimida em plena ebulição nos últimos dois anos, o estudo da Virtuoso concluiu que boa parte dos viajantes agora reservam suas viagens com média de dois meses de antecedência para viagens domésticas e de três meses para viagens internacionais.

.

Viagens fora de temporada ganham mais força

O estudo defende ainda que o aumento de procura por alguns destinos na alta temporada está levando muita gente a ser mais flexível sobre visitar esses mesmos lugares na baixa temporada, fugindo das multidões - inclusive com incentivo constante de agentes e consultores. A mudança tem sido tão brusca que alguns destinos já mudaram suas concepções de alta e baixa temporada, com índices satisfatórios de ocupação durante todo o ano passado.

.

Destinos menos óbvios despontam

Publicidade

Também devido ao excesso de demanda para determinados destinos (e consequentemente preços bem mais elevados), cada vez mais consultores estão encorajando seus clientes a considerarem destinos tidos como mais "fora do óbvio". O levantamento da Virtuoso concluiu que destinos como o arquipélago de Nicobar no Mar de Andaman indiano (com espetaculares condições de mergulho e águas bioluminescentes), Groenlândia (com novos itinerários de cruzeiros) ou o Cabo Leste de Los Cabos, no Mar de Cortés (dentro de um parque patrimônio mundial marinho da UNESCO, e que ganhou inclusive um novo resort Four Seasons). .

ACOMPANHE A MARI CAMPOS TAMBÉM NO INSTAGRAM

.

.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.