PUBLICIDADE

Mortes pela chuva no Rio chegam a 8; mãe e crianças são resgatadas na enxurrada; veja vídeo

Quatro pessoas da mesma família morreram em Barra do Piraí; outros dois óbitos ocorreram em Japeri e dois em Nova Iguaçu

Foto do author Renata Okumura
Por Renata Okumura e Fabio Grellet
Atualização:

Fortes temporais atingiram o Rio de Janeiro, em especial a Baixada Fluminense e a zona oeste carioca, na noite de quarta-feira, 21, e deixaram ao menos oito mortes. No município de Japeri, uma criança de dois anos e uma mulher de 24 anos, mãe de cinco filhos, morreram, segundo a prefeitura.

Em Barra do Piraí, um deslizamento de terra matou um bebê de oito meses, o pai, a mãe e uma avó dele. Dois homens morreram em Nova Iguaçu.

Na noite desta quinta-feira, uma menina de seis anos era procurada pelos bombeiros. Ela estava com a mãe e o irmão em uma casa que desabou no município de Mendes, durante o temporal. Os dois foram resgatados com vida.

PUBLICIDADE

Na manhã desta quinta-feira, a prefeitura de Barra do Piraí informou que, além de uma morte confirmada, havia três desaparecidos - um casal e um bebê. Todos estavam em uma casa que desabou. No final da tarde, os outros três corpos foram encontrados em meio aos escombros. Tratava-se de um casal e o filho de oito meses. A primeira morte confirmada era de uma avó do bebê.

Em nota, a Secretaria de Educação da prefeitura de Barra do Piraí afirmou que, devido a problemas de acesso nas entradas de algumas escolas e dificuldade de deslocamento, as aulas estão suspensas nesta quinta-feira, 22, e sexta-feira, 23, nas unidades da rede municipal de ensino.

Já a Defesa Civil de Japeri afirma que esteve no local conhecido como Favelinha, em Engenheiro Pedreira, onde houve um desabamento. Uma criança de dois anos não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Outra equipe esteve no bairro da Chacrinha, onde mais uma vítima foi encontrada sem vida após outro desabamento. Era uma mulher de 24 anos, mãe de cinco filhos. Todos eles foram salvos, mas a mulher morreu - ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu. A mulher ainda amamentava os dois filhos menores.

Publicidade

A prefeitura disse que está cadastrando famílias em programas sociais. Ao menos 21 pessoas estão em abrigos montados pelo município.

As duas outras vítimas moravam em Nova Iguaçu. Um homem de 59 anos foi encontrado morto na rua Brasília, no Jardim Pernambuco, e outro, de 37 anos, foi achado também morto na Estrada do Saco, segundo a Defesa Civil.

Resgate na enxurrada

Nas redes sociais, também viralizou um vídeo que mostra uma mãe e duas crianças sendo resgatadas em meio a enxurrada. O centro-sul do Estado e a região metropolitana tiveram alerta para pancadas de chuva nesta quinta-feira.

Mãe e crianças são resgatadas em meio a enxurrada em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/X (antigo Twitter)/@Favelacaiunfce

Em Nova Iguaçu, um dos municípios mais afetados, um vídeo registra o momento em que um rapaz, apoiando-se em um ônibus, resgata duas crianças e a mãe de dentro de um carro, que instantes depois foi arrastado pela correnteza.

Ao fundo, é possível ouvir passageiros acalmando a outra criança, dizendo que a irmã e a mãe já estavam vindo para dentro do coletivo. Pouco antes do registro, ainda durante a noite de quarta, o Rio Botas transbordou.

Por meio das redes sociais, o governador Cláudio Castro (PL) disse que o Estado do Rio está oferecendo apoio para a prefeitura de Nova Iguaçu. “Estou acompanhando a chuva que já atingiu alguns municípios nesta noite. A região de Nova Iguaçu é uma das mais afetadas.”

Segundo o Alerta Rio, as condições atmosféricas no município do Rio de Janeiro serão influenciadas por áreas de instabilidade e ventos em altitude. “O céu irá variar entre nublado e parcialmente nublado, com previsão de pancadas de chuva moderada nos períodos da tarde e noite desta quinta-feira.

Publicidade

“O sol ainda aparece, mas aos poucos a nebulosidade presente provoca chuva isolada ainda no decorrer da manhã. A partir da tarde, nuvens carregadas vão se formando e há previsão de temporais. O centro-sul do Estado do Rio e a região metropolitana ficam em alerta”, acrescenta a Climatempo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.