PUBLICIDADE

Quadro de Van Gogh volta a ser exposto após roubo e devolução a ‘Indiana Jones da arte’

Pintura foi levada em ação ousada durante a noite em plena pandemia e entregue a detetive dentro de uma sacola da Ikea

Por AFP
Atualização:

Um quadro de Vincent van Gogh foi exposto pela primeira vez nesta quarta-feira, 7, depois de ter sido roubado e devolvido, dentro de uma sacola da loja Ikea, a um detetive de arte holandês. A história havia ocupado as manchetes da imprensa local até a obra ser recuperada três anos após o roubo.

O Jardim Paroquial de Nuenen, de 1884, cujo valor é calculado em 3 a 6 milhões de euros (R$ 14,9 milhões a R$ 29,8 milhões) foi apresentado à imprensa em um museu de Roterdã, com danos causados pelo roubo ainda visíveis.

A pintura tem uma “grave avaria” na parte de baixo, segundo a restauradora da obra, Marjan de Visser, que acredita que o dano pode ter sido causado por um choque contra algo muito duro. “A avaria atravessa todas as camadas, o verniz, as camadas de pintura e a camada de base, que é branca”, explicou.

'O Jardim Paroquial de Nuenen', de Vincent van Gogh, que volta ao Museu de Groningen em março 

PUBLICIDADE

A restauradora realiza uma investigação profunda sobre o quadro, examinando os materiais utilizados, as restaurações anteriores e a forma como foi pintado. De Visser já limpou a sujeira que cobria a obra e começou a tirar parte do verniz, etapas preparatórias para a restauração em si.

A exposição desta quarta foi reservada à imprensa, mas o público poderá ver a pintura a partir de 29 de março no Museu de Groningen, no norte dos Países Baixos.

A obra foi levada do Museu Laren em um ousado roubo no meio da noite em maio de 2020, durante o confinamento devido à pandemia de covid-19. A instituição fica perto de Amsterdã, onde o quadro estava emprestado pelo Groningen.

Imagens da polícia holandesa divulgadas pouco depois do roubo mostravam um criminoso quebrando a porta de vidro do museu e fugindo com O Jardim Paroquial de Nuenen.

Publicidade

Quadro 'O Jardim Paroquial de Nuenen', de Van Gogh, sofreu avaria durante roubo 

A pintura foi dada como desaparecido por três anos, mas reapareceu de forma curiosa: alguém o entregou a Arthur Brand, um detetive apelidado de “Indiana Jones do mundo da arte” por já ter encontrado várias obras desaparecidas.

O homem, cuja identidade não foi revelada, entregou o quadro a Brand em uma sacola azul da Ikea, protegido por plástico-bolha e uma capa de travesseiro.

Sacola azul da Ikea foi usada para devolver quadro roubado Foto: Ikea/Divulgação
Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.