PUBLICIDADE

Wagner Moura revela que quebrou o nariz de um homem em preparação para ‘Tropa de Elite’; entenda

Em entrevista ao Podpah, ator também contou que sente falta de morar no Brasil; veja vídeo

Foto do author Gabriela Caputo
Por Gabriela Caputo

Wagner Moura quebrou o nariz de um homem em preparação para uma cena do Capitão Nascimento em Tropa de Elite. O ator baiano, que está em cartaz nos cinemas com o filme americano Guerra Civil, revelou a curiosidade em entrevista ao podcast Podpah. O episódio foi ao ar na terça-feira, 16.

PUBLICIDADE

“A preparação era sinistra. Eu quebrei o nariz de um cara do Bope. Foi louco, porque o cara ficava me provocando no treinamento, teve uma hora que ele falou uma coisa lá do meu filho e eu quebrei o nariz dele”, contou Moura. “Ele adorou. Falou: ‘É isso aí. Agora sim!’ Era barra pesada”, acrescentou o ator.

Ele diz valorizar o processo de ensaio para um papel. “Todo personagem que você faz, você tem ele dentro de você. Você não vai buscar nada que não conhece. Eu sei o que é aquela raiva, sei o que é aquela violência. Todo mundo tem tudo de ruim e tudo de extraordinário, de lindo, de belo. O ser humano é essa complexidade. O processo com o Bope foi para acordar a agressividade”, detalhou o Moura.

Wagner Moura é o Capitão Nascimento de 'Tropa de Elite', de José Padilha. Foto: Globo Filmes

“Os caras do Bope falaram que depois do treinamento que fizemos, estávamos mais aptos que a polícia”, explicou. Para filmar a sequência Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro, ele precisou ser convencido pelo diretor José Padilha. “O Zé Padilha foi muito bom no convencimento, me ligou bastante”, disse.

No programa, Wagner Moura ainda comentou que sente saudades do Brasil e pretende voltar para o País em breve. Atualmente, ele mora em Los Angeles, nos Estados Unidos, com a mulher e três filhos. Um trecho em que fala sobre o assunto viralizou nas redes sociais. “Lá [Los Angeles] a qualidade de vida deve ser outra coisa”, disse um dos apresentadores. “Mas não é a Bahia”, respondeu o ator. Confira:

Veja a entrevista na íntegra:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.