Foto do(a) blog

Divirta-se

Teatro: uma seleção de peças em SP por até R$ 30

A Cantora Careca Sob direção de Eduardo Tolentino de Araujo, a montagem, escrita pelo francês Eugéne Ionesco, conta com diálogos absurdos e irônicos entre os seis personagens. 60 min. 12 anos. Teatro João Caetano (430 lugares). Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino, 5773-3774. 6ª e sáb, 21h; dom., 19h. R$ 30. Até 18/11.

PUBLICIDADE

Por Júlia Corrêa
Atualização:

O Imortal Baseado no conto homônimo de Jorge Luis Borges, a peça é sobre uma mulher que, dentro dos volumes de 'Ilíada', de Homero, descobre um manuscrito. Dir. Irmãos Guimarães. Com Gisele Fróes. 70 min. 12 anos. Sesc Avenida Paulista. Arte II (50 lug.). Av. Paulista, 119, metrô Brigadeiro, 3170-0800. 5ª, 6ª e sáb., 21h; dom. e fer., 18h. Dom. (28), não haverá sessão. R$ 9/R$ 30. Até 18/11.

PUBLICIDADE

Jornada de um Imbecil até o Entendimento A obra de Plínio Marcos ganha montagem (foto abaixo) dirigida por Helio Cicero. A trama, cuja encenação traz clowns e a linguagem do realismo fantástico, narra articulações e malandragens de seis amigos que sobrevivem de esmolas em uma cidade grande. 130 min. 14 anos. CCSP (130 lug.). R. Vergueiro, 100, metrô Vergueiro, 3397-4002. 6ª e sáb., 21h; dom., 20h. R$ 30. Até 16/12.

 Foto: Priscila Prade

Cobra na Geladeira O texto do canadense Brad Fraser tem montagem dirigida por Marco Antônio Pâmio. A peça, que conta a história de jovens que vivem em uma casa misteriosa, aborda temas como consumismo, dependência química e autocobrança dos jovens. 120 min. 16 anos. Teatro Viradalata (270 lug.). R. Apinajés, 1.387, Perdizes, 3868-2535. Sáb., 21h30; dom., 18h30. R$ 30. Até 25/11.

Quando as Máquinas Param Montagem da obra de Plínio Marcos dirigida por Augusto Zacchi, a peça narra a dificuldade de um homem em encontrar trabalho, o que torna a relação com sua esposa cada vez mais complicada. Com Carol Cashie e Cesar Baccan. 60 min. 12 anos. Teatro Aliança Francesa. Sala Atelier (40 lug.). R. Gal. Jardim, 182, V. Buarque, 3572-2379. 6ª e sáb., 21h; dom., 19h30. R$ 30. Até 2/12.

Três Pretos: Valor de uso Nova criação da Sociedade Abolicionista de Teatro, a peça remete à alienação em relação às vidas negras, propondo reflexões sobre racismo na sociedade. 60 min. 12 anos. Sesc Pompeia. Teatro (302 lug.). R. Clélia, 93, 3871-7700. 5ª, 6ª e Sáb., 21h; dom. e fer., 18h. R$ 7,50/R$ 25. Até 1º/12.

Publicidade

Tubarão Banguela Idealizado pela RIMA Coletiva, a trama se passa em uma praia brasileira na qual histórias de várias personagens se conectam por meio de um acidente quase fatal. Dir. Rita Batata. 80 min. 14 anos. Teatro Sérgio Cardoso. Sala Paschoal Carlos Magno (144 lug.). R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, 3288-0136. 6ª e sáb., 19h30; dom. e 2ª, 20h. R$ 20. Até 26/11.

Villa Com dramaturgia de Guillermo Calderón e direção de Diego Moschkovich, o espetáculo apresenta três mulheres que avaliam o que fazer com o centro de tortura e extermínio Villa Grimaldi, o principal da ditadura chilena de Augusto Pinochet. Temas como direitos humanos são discutidos. 60 min. Livre. Sesc Pinheiros. R. Paes Leme, 195, 3095-9400. 5ª, 6ª e sáb., 20h30; fer., 18h. R$ 7,50/R$ 25. Até 24/11.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.