'Foi um gran finale', diz filho de Dario Fo sobre sua morte

Jacopo informou que o pai ficou lúcido 'até o último momento'

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:
Dario Fo ganhou o Nobel de Literatura em 1997 Foto: AP

O único filho do escritor italiano Dario Fo e de Franca Rame, Jacopo, disse que a morte de seu pai, ocorrida nesta quinta-feira (13), foi um "gran finale" à sua vida. "Aconteceu nesta manhã de quinta-feira, 13, às 8h [3h no horário de Brasília] em um 'gran finale' e ele morreu. A única coisa sensata que eu posso dizer é que ele resistiu e continuou a trabalhar oito, nove, dez horas por dia até quando foi internado. Precisamos colocar isso nos prontuários médicos: a arte, a paixão e o empenho cívico de servir", disse Jacopo à emissora italiana "RaiNews". Nobel de Literatura em 1997, Dario Fo morreu após ficar cerca de 10 dias internado em Milão para tratar de problemas pulmonares.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.