Dalloway Day celebra Virginia Woolf com chá, drinks, debates e livros

Pela primeira vez, o evento será realizado presencialmente, com atrações na The School of Life e na Livraria Gato Sem Rabo

PUBLICIDADE

Foto do author Maria Fernanda Rodrigues
Por Maria Fernanda Rodrigues
Atualização:

Hoje, 15, uma daquelas quartas-feiras do meio de junho em que leitores de Virginia Woolf (1882-1941) aproveitam para celebrar a escritora e a personagem de seu romance mais famoso, que se passa justamente numa quarta-feira do meio de junho, será realizado o primeiro Dalloway Day presencial em São Paulo.

O evento foi criado aqui em 2020, em plena pandemia, quando a editora Nós anunciou que começaria a publicar Virginia Woolf, e nos últimos dois anos ocorreu online. 

A escritora britânica Virginia Woolf, morta há 80 anos Foto: Domínio público

PUBLICIDADE

Mas hoje haverá festa, e o dia começa com distribuição de flores para livreiras e leitoras – lembrando que Mrs. Dalloway acompanha Clarissa nesse dia em que ela percorre Londres cuidando dos preparativos para um jantar que dará naquela noite.

O Dalloway Day será em dois locais. O Chá das Cinco com Mrs. Dalloway, com direito a chá e scones, o bolinho inglês, na The School of Life (Rua Medeiros de Albuquerque, 61), vai reunir a editora Simone Paulino e a tradutora Ana Carolina Mesquita. Participando remotamente, a atriz Claudia Abreu lê trechos do monólogo inédito que ela escreveu sobre Virginia.

Na sequência, às 19 h, Uma Festa Para Mrs. Dalloway, na Livraria Gato sem Rabo (Rua Amaral Gurgel, 352), vai marcar o lançamento da edição do conto Mrs. Dalloway em Bond Street, que originou o romance, e Virginia, biografia romanceada da francesa Emmanuelle Favier, ambos pela Nós. Quem for poderá experimentar o drink Virginia, criado pelo bar feminista Eugênia Café

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.