PUBLICIDADE

O que sabemos sobre a Bienal do Livro de São Paulo 2024, que acontece em setembro

Evento divulgou a lista de curadores dos nove espaços culturais que compõem a programação; veja quando e onde será realizado o evento

PUBLICIDADE

Foto do author Gabriela Caputo
Por Gabriela Caputo
Atualização:

A 27ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, a ser realizada entre os dias 6 e 15 de setembro de 2024, no Distrito Anhembi, divulgou os curadores dos nove espaços culturais que compõem a edição.

Serão mais de 1.500 horas de programação para diferentes faixas etárias nos espaços oficiais organizados pela Bienal, com temáticas que buscam contemplar a diversidade. Ao longo de dez dias de evento, realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e organizado pela RX, a expectativa é receber 600 mil visitantes.

Foto da última edição da Bienal do Livro, realizada no Rio de Janeiro em 2023. Foto: PEDRO KIRILOS/ESTADÃO

Confira a seguir tudo o que já se sabe sobre a Bienal do Livro de São Paulo 2024:

Quando será a Bienal do Livro de São Paulo?

A Bienal do Livro de São Paulo será realizada entre os dias 6 e 15 de setembro de 2024.

Onde será a Bienal do Livro de São Paulo?

A edição de 2024 do evento acontece no Distrito Anhembi, localizado na zona Norte de São Paulo, na Rua Olavo Fontoura, 1209, Santana.

Quanto custam os ingressos para a Bienal do Livro de São Paulo?

De acordo com o site da CBL, os ingressos para o evento custarão R$ 35 a inteira e R$ 17,50 a meia-entrada. Os visitantes que comparem os ingressos antecipadamente ainda receberão benefícios para a compra de livros: um cashback (retorno) de R$ 15 para a inteira e R$ 7,50 para a meia-entrada.

Onde comprar os ingressos para a Bienal do Livro de São Paulo?

A venda de ingressos para a Bienal do Livro ainda não está aberta. Novas informações devem ser divulgadas no site https://www.bienaldolivrosp.com.br/ e nas redes sociais do evento.

Quais editoras e livrarias estarão presentes na Bienal do Livro de São Paulo?

Entre as editorias e livrarias que expõem no evento estão Ciranda Cultural, Record, Companhia das Letras, Sextante, VR Editorial, Faro Editorial, Distribuidora e Livraria Loyola, Livraria da Vila, HarperCollins, Cortez, Labrador, Panini, Girassol, entre outros.

Publicidade

O que esperar das atividades realizadas nos espaços culturais oficias do evento?

PUBLICIDADE

O mapa da edição é composto por nove espaços oficiais. Saiba mais sobre cada um deles abaixo:

Arena Cultural (curadoria de Diana Passy) - Espaço que recebe autores best-sellers nacionais e internacionais, em bate-papos e palestras exclusivas. O objetivo para este ano é “tentar trazer de volta à Bienal pessoas que perderam o hábito de visitá-la, ou que acreditam que o evento não é para elas”, diz Diana em comunicado divulgado à imprensa.

Salão de Ideias (curadoria de Leonardo Neto, pela CBL, e Clivia Ramiro, pelo Sesc SP) - Traz grandes nomes para discutir questões atuais, de relevância social e cultural. A ideia é reunir vozes diversas.

BiblioSesc (curadoria de Tiago Marchesano e Clivia Ramiro do Sesc São Paulo) - Busca estimular a leitura e valorizar o livro, por meio de bate-papos, contações de histórias e apresentações artísticas realizados na Praça da Palavra e na Praça de Histórias.

PUBLICIDADE

Espaço Infâncias (curadoria de Elisabete da Cruz) - Antigamente chamado de Espaço Infantil, o espaço pensa atividades educativas para os pequenos leitores, como narração de histórias, oficinas temáticas e atividades de curta duração. Haverá repertório específico para público escolar de todas as faixas etárias, assim como agendas para famílias.

Espaço Educação (curadoria deSolange Petrosino) - Estreante da edição, pretende discutir temas como educação ambiental, inovação, diretrizes públicas, políticas educacionais e a reforma do novo ensino médio.

Espaço Cordel e Repente (curadoria de Lucinda Marques, da Câmara Cearense do Livro) - Celebra a literatura de cordel com debates, palestras, shows, oficinas, contação de histórias e apresentações artísticas de repentistas e recitadores.

Publicidade

Papo de Mercado (curadoria de Cassia Carrenho) - Espaço dedicado a debates voltados para os profissionais da cadeia do livro e atividades focadas na troca de experiências. Promete discussões sobre leis que estão em pauta no setor e o tema polêmico da inteligência artificial.

Cozinhando com Palavras - Espaço gastronômico comandado pelo chef André Boccato, assim como nas edições anteriores.

País homenageado

Haverá ainda uma área do evento dedicada ao país homenageado da edição: a Colômbia. Atividades culturais e de negócios serão realizadas no espaço, destacando a riqueza cultural e literária da América Latina.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.