Vencedor do Prêmio Camões será anunciado nesta terça, 27; veja quem já ganhou

Em 2019, quem ganhou o Prêmio Camões pelo conjunto da obra foi Chico Buarque

PUBLICIDADE

Foto do author Maria Fernanda Rodrigues
Por Maria Fernanda Rodrigues
Atualização:

Mais prestigioso prêmio da literatura em língua portuguesa, o Prêmio Camões anuncia nesta terça-feira, por volta das 14 horas, o vencedor deste ano. A expectativa é que o premiado seja um escritor ou escritora de origem portuguesa, já que há um revezamento entre os escolhidos: um ano um brasileiro, no outro um africano ou um português. O vencedor ganha 100 mil euros, valor dividido entre os governos do Brasil e de Portugal.

Chico Buarque, finalista do Jabuti 2020, ganhou o Camões em 2019 Foto: @fe pinheiro

PUBLICIDADE

Criado em 1988 pelos governos do Brasil e de Portugal, o Prêmio Camões elege a cada ano, pelo conjunto da obra, um escritor de países onde o português é a língua oficial. Em 2019, o vencedor foi Chico Buarque, que agradeceu em vídeo apesar do presidente Jair Bolsonaro não ter assinado o diploma. No ano anterior, Germano Almeida, de Cabo Verde.

Antes de Chico, o último brasileiro premiado tinha sido Raduan Nassar, em 2016. Além deles, os brasileiros ganhadores do Camões são: João Cabral de Melo Neto (1990), Rachel de Queiroz (1993), Jorge Amado (1994), Antonio Candido (1998), Autran Dourado (2000), Rubem Fonseca (2003), Lygia Fagundes Telles (2005), João Ubaldo Ribeiro (2008), Ferreira Gullar (2010), Dalton Trevisan (2012) e Alberto da Costa e Silva (2014).

A escritora Lygia Fagundes Telles Foto: Eduardo Nicolau/Estadão

De Portugal foram premiados: Miguel Torga (1989), Vergílio Ferreira (1992), José Saramago (1995), Eduardo Lourenço (1996), Sophia de Mello Breyner Andresen (1999), Eugénio de Andrade (2001), Maria Velho da Costa (2002), Agustina Bessa-Luís (2004), António Lobo Antunes (2007), Manuel António Pina (2011), Hélia Correia (2015) e Manuel Alegre (2017)

José Saramago, em São Paulo, em novembro de 2008 Foto: José Patrício|Estadão

Os escritores africanos vencedores do Camões são José Craveirinha (Moçambique, 1991), Pepetela (Angola, 1997), José Luandino Vieira (Angola, 2006, recusou), Arménio Vieira (Cabo Verde, 2009), Mia Couto (Moçambique, 2013) e Germano Almeida (Cabo Verde, 2018).

O escritor moçambicano Mia Couto Foto: Rafael Arbex/Estadão

Esta é a 32.ª edição do Prêmio Camões. Os jurados brasileiros serão o poeta Antonio Cícero e o professor Antonio Carlos Hohlfeldt, da PUC/RS. Participam ainda Clara Rowland e Carlos Mendes de Sousa, por Portugal, e Tony Tcheka e Nataniel Ngomane, pelos países africanos de lingua portuguesa.