PUBLICIDADE

Caetano Veloso, Maria Bethânia, Adriana Calcanhotto: Artistas lamentam 1 ano da morte de Gal Costa

Marcus Preto, produtor musical de cantora baiana, também prestou homenagem a ela; artista morreu em 9 de novembro de 2022 após enfarte fulminante

Foto do author Gabriela Piva
Por Gabriela Piva
Atualização:

Caetano Veloso lamentou o aniversário de 1 ano da morte de Gal Costa. Com 77 anos, a cantora baiana morreu em 9 de novembro de 2022 após um enfarte fulminante. Ao relembrar e homenagear Gal no X (antigo Twitter), ele disse “não acreditar” no tempo que passou.

“É como se tivesse sido ontem, é como se não tivesse sido. Emissão de voz que já era música antes de ela entrar um tanto nalguma música. Não dá pra medir, não dá pra entender. No filme que Dandara e Lô fizeram ri e chorei lembrando os começos. Agora, ela ter ido embora não metabolizo. Já faz um ano que o mundo não tem Gal? Impossível aceitar.”

PUBLICIDADE

Maria Bethânia também relembrou a amiga nas redes sociais ao som de “Sol Negro”, música escrita por Caetano Veloso e interpretada pelas duas artistas.

“E assim se passaram 365 dias. ‘Tudo em volta está deserto... Tudo certo como 2 e 2 são 5′. Um ano sem Gal”, escreveu citando a canção “Como 2 e 2″, composta pelo seu irmão.

Adriana Calcanhotto publicou uma foto antiga de uma apresentação de Gal Costa para homenagear a cantora e escreveu: “Tudo dói”.

Marcus Preto, produtor musical de Gal Costa, que lançou discos como “Estratosférica”, de 2015, contou ao Estadão como tem encarado esse dia.

“Pode parecer um clichê, mas é o dia de comemorar a vida, a história, a música da Gal. Isso eu tenho aprendido cada vez mais. É um jeito que eu entendi da onde posso colocar essa dor, perda, ausência. (...) É dia disso, dia de falar dela e deixar ela presente”, disse ele.

Publicidade

O produtor também relembrou a amiga nas redes sociais. Com uma foto na qual ele aparece deitado no colo dela, escreveu: “A cicatriz na pele do futuro”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.