Hits latinos no festival da canção de Viña del Mar

PUBLICIDADE

Por Agencia Estado
Atualização:

Debaixo de uma chuva de cinzas resultantes de incêndios florestais próximos ao palco do 45.º Festival da Canção de Viña del Mar, no Chile, a cantora colombiana Soraya arrebatou a platéia na abertura do evento, cantando seu sucesso De Repente. O show, realizado no anfiteatro ao ar livre Quinta Vergara, durou até a madrugada. Cerca de 20 mil pessoas assistiram à abertura do festival. Soraya recebeu sua "tocha de prata", troféu com que o festival elege os melhores. A "tocha de ouro" é entregue aos que superam a todos, de acordo com a aclamação do público, que grita "el monstruo" quando gosta e com vaias quando não gosta da performance. Entre os melhores estavam também a banda tropical chilena de Tommy Rey e o mexicano Cristián Castro, No show foram apresentadas dez canções na disputa pela Gavião de Prata, o principal prêmio, equivalente a US$ 30 mil. A decepção da noite foi a apresentação do veterano artista italiano Umberto Tozzi, porque cantou em italiano. Às duas da manhã entrou no palco a banda de Tommy Rey que logo ganhou a "tocha de prata", minutos depois a de ouro e, em seguida, a Gaivota de Prata. No segundo turno do festival, que termina na próxima segunda-feira, vão se apresentar o trio multinacional Bacilos, o chileno Douglas e o espahol Camilo Sesto, entre outros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.