Wilma Petrillo, viúva de Gal, pede audiência de conciliação com filho da cantora

Defesa da empresária alega que Gabriel Costa está em situação de vulnerabilidade e que o encontro tem o objetivo de ‘reunir mãe e filho’. Advogada de Gabriel diz que ele está ‘seguro’

PUBLICIDADE

Foto do author Flávio Pinto
Foto do author Danilo Casaletti
Por Flávio Pinto e Danilo Casaletti
Atualização:

Wilma Petrillo, viúva de Gal Costa (1945-2022), solicitou uma audiência de conciliação urgente com Gabriel Penna Burgos Costa, o único filho da cantora. A audiência, no entanto, ainda não tem data marcada. Os dois estão envolvidos em uma disputa judicial pela herança da artista. A informação foi confirmada nesta segunda-feira, 22, pela assessoria jurídica de Gabriel e de Wilma ao Estadão.

Wilma Petrillo, viúva da cantora Gal Costa, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo Foto: Daniel Teixeira/Estadão

PUBLICIDADE

A advogada de Wilma, Vanessa Bispo, informou ao Estadão que a audiência tem como objetivo “reunir mãe e filho para que possam resolver suas diferenças”. Embora Gabriel, de 18 anos, tenha sido registrado apenas por Gal, Wilma alegou, em recente entrevista ao Estadão, que também é mãe de Gabriel e que tem intenção de adotá-lo.

“A Wilma está realmente muito preocupada com o Gabriel”, diz a advogada Vanessa Bispo A defesa da empresária alega que Gabriel está sendo conduzido em suas decisões pela namorada, a fonoaudióloga Daniela Tonani Izzo, de 50 anos, e que estaria em situação de vulnerabilidade psicológica. “Gabriel abandonou todos os amigos, abandonou a mãe [Wilma]”, diz a advogada.

Ao Estadão, a advogada Luci Vieira Nunes recentemente negou que Gabriel esteja morando em um hotel, como alegou Wilma. Também afirmou que ele está em um local seguro. A defesa de Gabriel, por meio de uma nota, também lamentou o fato de Wilma estar expondo a vida pessoal de Gabriel. “Isso demonstra também o claro desprezo da outra parte pelo bem-estar de Gabriel”.

Entenda o caso

Gal Costa e o filho Gabriel em camarim antes de um show da cantora Foto: Reprodução/ Instagram @

A empresária Wilma Petrillo alega que mantinha uma união estável com Gal Costa e, portanto, também é sua herdeira. Em 2023, Gabriel Costa reconheceu essa condição diante de um juiz, porém, em janeiro deste ano, voltou atrás e entrou com uma ação para anular o documento, argumentando que elas não viviam como um casal. Gabriel também pede que Wilma seja retirada como inventariante do espólio da cantora.

Gabriel entrou com um processo para reivindicar o direito total à herança da mãe. Ele contesta a fração pretendida pela ex-empresária de Gal – e apresentada pela imprensa como sua viúva. O processo corre em segredo de justiça no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

“Ela virou empresária da minha mãe, realmente. Elas começaram a morar juntas, só que sem nenhum tipo de relacionamento além da amizade e do trabalho”, disse o filho da cantora em entrevista recente ao programa Fantástico.

Publicidade

Gabriel também solicitou a exumação do corpo de Gal, mas teve o pedido negado pela Justiça. A juíza que analisou o caso determinou que o processo seja encaminhado à investigação por meio da Central de Inquéritos Policiais e Processos (CIPP) para a apuração de um possível crime por parte de Wilma. A defesa da empresária alega que ela não foi citada nessa ação.

Recentemente, Gabriel fez um acordo extrajudicial com as primas da cantora, Verônica e Priscila Silva. Juntos, eles estão comprometidos em estabelecer a Fundação Gal Costa de Incentivo à Música e Cultura, uma instituição sem fins lucrativos e originalmente planejada no testamento da cantora em 1997 (ele foi revogado em 2019). Isso deixaria Wilma Petrillo de fora da partilha. LEIA AQUI A ENTREVISTA DE WILMA PETRILLO AO ESTADÃO.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.