EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Um olhar crítico e analítico sobre cinema e streaming, com pipoca na manteiga e guaraná

Opinião|Maracutaias de influenciadores: novo podcast conta casos de acusados de enganar seguidores

Em ‘Má Influência’, Wondery, estúdio de podcasts da Amazon, faz versão de produção premiada dos EUA e expõe influenciadores brasileiros; Estreia retrata o coach Pablo Marçal

PUBLICIDADE

Foto do author Simião  Castro
Atualização:

“Parece que no meio do caminho a ganância toma conta”. Assim a atriz Maria Bopp define uma das razões para que influenciadores acabem engambelando seguidores em maracutaias. Esse é o tema do novo podcast da Amazon no Brasil, Má Influência, que estreia em 18 de abril apresentado por Bopp e pela humorista Babu Carreira.

PUBLICIDADE

Derivado do original gringo Scamfluencers, a produção vai adaptar histórias internacionais de influenciadores - digitais e analógicos - e trazer também casos brasileiros, muitos dos quais teminaram por aplicar golpes nos seguidores. “Todo mundo conhece (e se interessa) por uma história de picaretagem”, diz a atriz por e-mail. Scamfluencers venceu o prêmio Ambie de Melhor Podcast de Entretenimento em 2023.

Entre as figuras retratadas está Lou Pearlman, criador do N’sync e do Backstreet Boys. Ele se declarou culpado por lavagem de dinheiro e foi acusado por administrar o maior esquema de pirâmide dos Estados Unidos. É sobre ele um dos episódios da estreia do podcast.

O outro capítulo de abertura de Má Influência trata do coach brasileiro Pablo Marçal - escolhido pré-candidato à prefeitura de São Paulo pelo PRTB. Personagem envolvidos em diversas polêmicas, talvez a de maior destaque tenha sido quando liderou um grupo de 32 pessoas ao Pico dos Marins, em SP, durante uma tempestade, em 2022. Eles precisaram ser resgatados pelos bombeiros.

No mesmo ano, ele chegou a conseguir votos suficientes para uma cadeira como deputado federal, mas teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral e não assumiu. Em julho de 2023, ele foi alvo de uma operação da Polícia Federal por lavagem de dinheiro nas eleições 2022.

Publicidade

Na ocasião, o advogado Tassio Renam, que representava Pablo Marçal, afirmou que “nenhum ilícito foi praticado e nenhum centavo de dinheiro público foi utilizado nas campanhas eleitorais” do coach. Procurado por meio da assessoria do coach para comentar a inclusão no programa, Pablo Marçal respondeu com uma nota em que chama de “desgastado” o formato de podcasts, mas diz ser uma “honra” ser retratado. Leia a nota na íntegra no final deste texto.

Atriz Maria Bopp e humorista Babu Carreira comandam novo podcast da Amazon no Brasil, 'Má Influência' Foto: Wondery/Divulgação

Conhecida pela personagem “Blogueirinha do Fim do Mundo”, que satiriza a atuação de criadores de conteúdo na internet, Maria Bopp destaca que considera muito parecido o perfil entre influenciadores digitais e analógicos. “Geralmente, são ótimos comunicadores, com grande poder de convencimento e persuasão, carismáticos, conquistadores”, diz.

Para ela, o podcast trazer essas histórias à tona pode auxiliar as pessoas a construírem e ampliar o senso crítico. “Para saber identificar quais influenciadores e conteúdos são prejudiciais, mesmo que aparentemente pareçam inofensivos”, afirma.

Co-apresentadora, Babu Carreira, também por e-mail, comenta o impacto a que as pessoas estão sujeitas ao cair em golpes de influenciadores. “Economias de uma vida toda às vezes são investidas em fraudes e esquemas de pirâmide, indo assim para o ralo. Mas há também um dano imaterial que é muitas vezes a diluição de valores essenciais”, afirma.

Ela destaca ainda o que enxerga que pode levar figuras de destaque nas redes sociais a se envolverem em maracutaias. “Hoje em dia parece que tá tudo bem abrir mão da sua integridade em nome de estar sempre se fazendo mais dinheiro. Essa mensagem é poderosa e está sendo banalizada através de muitas personalidades. Podemos com conteúdos como esse trazer à luz muitas informações novas sobre pessoas que parecem acima de qualquer suspeita”, diz.

Publicidade

Má Influência, pode ser ouvido em todos os serviços de podcast a partir de 18 de abril, com novos episódios lançados sempre às quintas-feiras. De acordo com anúncio de lançamento, ele é produzido para a Wondery - estúdio da Amazon - pela Trovão Mídia, responsável por projetos como as minisséries Alexandre e Pico dos Marins: O Caso do Escoteiro Marco Aurélio.

Íntregra da nota de Pablo Marçal

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

É uma verdadeira honra inaugurar o podcast da Amazon. Embora eu esteja ciente de que talvez eles conheçam pouco sobre o meu trabalho ou até mesmo sobre a influência dos brasileiros no cenário, é gratificante ver que estão buscando elevar o programa utilizando a relevância e o alcance internacional do meu nome. Coincidentemente, o programa irá ao ar no dia do meu aniversário, 18 de abril.

As coincidências não param por aí. Considerando que vejo o podcast como uma ferramenta poderosa, porém um formato já desgastado e um tanto obsoleto, decidi lançar meu próprio Talk Show no Youtube, o Marçal Talks, nesse mesmo dia. Certamente será uma excelente oportunidade para a Amazon conhecer verdadeiramente o nosso trabalho.

Com mais de 10 mil horas de conteúdo disponíveis, admito que estou um pouco cansado de podcasts, mas desejo todo o sucesso à Amazon ao explorar uma ferramenta que nós decidimos deixar de lado. Estou à disposição para compartilhar essa nova experiência, pois sabemos que sempre há algo novo a aprender, e a Amazon pode se beneficiar muito ao acompanhar o nosso novo programa.

Opinião por Simião Castro

Repórter de Cultura do Estadão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.