BC alerta contra falso aplicativo de verificação de valores a receber; veja como se prevenir

Falso aplicativo está sendo oferecido em anúncios no Facebook

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

O Banco Central (BC) alertou nesta quinta-feira, 23, sobre um falso aplicativo oferecido por anúncios no Facebook que promete a verificação de valores a receber mediante o pagamento de taxa.

Segundo o banco, a prevenção contra este golpe é simples: os correntistas com recursos esquecidos no sistema financeiro devem consultar apenas a página oficial do próprio BC.

Banco Central alertou sobre um falso aplicativo que promete a verificação de valores a receber mediante o pagamento de taxa  Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

PUBLICIDADE

A consulta de valores e o pedido de resgate são feitos exclusivamente pelo site do Banco Central, sem exigir nenhum pagamento, como ocorre no anúncio. O acesso ao sistema exige conta nível prata ou ouro (de maior segurança) no Portal Gov.br. Para mais informações, acesse a página oficial do BC, neste link.

Em nota, o BC esclareceu que, além de não possuir o aplicativo, não envia links, nem e-mails a correntistas. “Ninguém está autorizado a entrar em contato com o cidadão em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber. Além disso, o cidadão não deve fazer qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores. Caso já tenha sido vítima de golpe, o cidadão deve procurar a polícia e registrar um boletim de ocorrência”, informou o Banco Central.

Como funciona o golpe?

O anúncio que oferece o aplicativo para consultar os valores a receber é acompanhado de trecho de uma matéria com imagens de uma pessoa mexendo no celular. A reportagem completa e original informa que o único canal de consulta é a página do Banco Central.

O falso aplicativo foi retirado do ar pelo Google Play Store. No entanto, a empresa desenvolvedora mantém outros aplicativos de falsas consultas para benefícios como restituição de Imposto de Renda, Auxílio Gás e Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

O que fazer se caí no golpe?

Além de registrar o boletim de ocorrência, o consumidor deve procurar o banco ou a operadora do cartão de crédito para denunciar o golpe e pedir o estorno do valor. A vítima também deve fazer uma reclamação contra a empresa desenvolvedora do aplicativo no Procon local./Com informações de Agência Brasil

Publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.