PUBLICIDADE

Publicidade

BC: servidores decidem fazer ‘operação-padrão’ a partir de segunda-feira

Segundo o sindicato da categoria, não houve avanço nos pedidos em relação à reestruturação da carreira dos servidores; com protesto, haverá paralisações todos os dias

Foto do author Sandra Manfrini
Por Sandra Manfrini

Brasília - Os servidores do Banco Central decidiram, em Assembleia Geral Nacional realizada nesta quinta-feira, 29, dar início a uma “operação-padrão” na próxima segunda-feira, 3. A decisão, segundo o Sinal, sindicato que representa a categoria, foi aprovada por mais de 95% dos votos na assembleia.

PUBLICIDADE

“Apesar das várias tentativas dos servidores do Banco Central em dialogar com o governo, não houve avanços nos pleitos em relação à reestruturação da carreira do BC, após a regulamentação do bônus de eficiência dos auditores fiscais da Receita Federal”, diz o Sinal, em nota.

Na operação-padrão, há paralisações parciais todos os dias e maior lentidão na prestação de serviços. No ano passado, a categoria fez o mesmo movimento durante as negociações pela reestruturação da carreira.

Servidores do BC já haviam feito protestos no ano passado pela reestruturação das carreiras Foto: Fátima Meira/Futura Press

Na nota, o sindicato destaca que “o sucateamento a olhos vistos da carreira de especialista do órgão, que vem ocorrendo na última década, com reajustes abaixo da inflação, sem novos concursos e com as crescentes assimetrias em relação a outras carreiras congêneres coloca em risco as entregas da Autarquia à sociedade e põe em risco o cumprimento de sua missão institucional, incluindo seu papel de regulador e fiscalizador do Sistema Financeiro Nacional e como gestor do STR, Selic e Pix, por exemplo”.

Os servidores relatam que integrantes do Ministério da Gestão voltaram a negar às entidades representativas do corpo técnico do BC o avanço imediato da pauta de reestruturação da carreira sem impacto financeiro, assim como colocaram dificuldades em relação a outras demandas.

“Em contraponto evidente ao tratamento amistoso e favorável dado aos servidores da Receita Federal”, destacam, numa referência à regulamentação do bônus de produtividade que foi feita para os servidores do Fisco. “A remarcação da reunião plenária do Fórum Pix, a participação maciça e crítica dos servidores no Live BC e em outros eventos e atrasos ou interrupções em diversos outros serviços do BC vão se intensificar!”, ressalta a nota do Sinal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.