PUBLICIDADE

Publicidade

Brasil deve se tornar a 9ª maior economia do mundo em 2023, segundo FMI

Crescimento econômico foi revisado em novo relatório e PIB brasileiro é estimado em US$ 2,13 trilhões

Por Jessica Brasil Skroch
Atualização:

O Fundo Monetário Internacional (FMI) projetou que o Brasil deve se tornar a nona maior economia do mundo ainda em 2023, segundo a publicação Perspectiva Econômica Mundial (WEO, na sigla em inglês), divulgada no último dia 10.

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro foi estimado em US$ 2,13 trilhões em 2023, ultrapassando o Canadá, com PIB previsto de US$ 2,12 trilhões. O avanço no ranking acontece após o órgão revisar o crescimento do PIB do País para este ano de 2,1% para 3,1%.

Relatório com atualizações dos PIBs foi publicado durante o encontro anual do FMI, que neste ano aconteceu no Marrocos  Foto: EFE/EPA/JALAL MORCHIDI

PUBLICIDADE

“A revisão em alta para 2023 desde julho reflete um crescimento mais forte do que o esperado no Brasil, impulsionado pela agricultura dinâmica e serviços resilientes no primeiro semestre de 2023″, afirma o FMI. O relatório ainda cita que o consumo também permaneceu forte, apoiado por medidas de estímulo fiscal.

O FMI também melhorou a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil para 2024, mas ainda assim vê a economia crescendo menos. O Fundo espera que o País apresente avanço de 1,5% contra previsão anterior de alta de 1,2%.

Veja as 10 maiores economias do mundo em 2023, segundo previsão do FMI

  1. Estados Unidos - US$ 26,95 trilhões
  2. China - US$ 17,7 trilhões
  3. Alemanha - US$ 4,43 trilhões
  4. Japão - US$ 4,23 trilhões
  5. Índia - US$ 3,73 trilhões
  6. Reino Unido - US$ 3,33 trilhões
  7. França - US$ 3,05 trilhões
  8. Itália - US$ 2,19 trilhões
  9. Brasil - US$ 2,13 trilhões
  10. Canadá - US$ 2,12 trilhões
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.