Publicidade

Publicidade

Brasil tem potencial para aumentar produção de petróleo mesmo com transição energética, diz ministro

Segundo Alexandre Silveira, transição energética precisa ser ‘equilibrada’ e olhada pela ótica das ‘necessidades energéticas do planeta’

Por Wilian Miron (Broadcast)

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, disse que o Brasil tem grande potencial para ampliar sua produção de petróleo, mesmo no contexto de transição energética global.

PUBLICIDADE

Segundo ele, isso demonstra que “a transição energética precisa ser equilibrada, tem que ser olhada pela ótica do respeito, da prioridade energética e em especial às necessidades energéticas do planeta”, disse durante o evento CERAWeek 2024, no Texas, nos Estados Unidos.

O ministro lembrou também que o Brasil usa parte de sua produção de petróleo para uso interno e ainda importa a commodity, para atender à demanda principalmente no segmento de mobilidade.

Silveira destacou que mesmo nesse segmento o País tem buscado maneiras de se descarbonizar utilizando o etanol, e destacou que o combustível renovável pode ser utilizado inclusive na produção de hidrogênio. “Avançamos na captura para que a indústria do etanol possa chegar a ser carbono negativo.”

Alexandre Silveira, ministro de Minas e Energia Foto: WILTON JUNIOR / ESTADÃO

Ele lembrou que é possível usar para isso o etanol feito de cana-de-açúcar, enquanto para a mobilidade urbana é possível apostar no etanol de milho.

O ministro lembrou que não apenas a Petrobras, mas outras empresas de petróleo têm feito investimentos em poços brasileiros, a exemplo da Equinor, que no final do ano anunciou que investiria “US$ 10 bilhões no País, numa plataforma extremamente moderna, em parceria com a Petrobras”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.