PUBLICIDADE

Publicidade

Vamos voltar a fazer semicondutores no Brasil, diz ministra da Ciência e Tecnologia

Luciana Santos disse que governo formalizou parceria com o Vietnã e vai buscar um nicho de atuação focado nos setores automotivos e energéticos

Foto do author Giordanna Neves
Por Giordanna Neves (Broadcast) e Elizabeth Lopes
Atualização:

BRASÍLIA E SÃO PAULO - A ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, afirmou nesta terça-feira, 5, que formalizou uma parceria com o Vietnã com foco no desenvolvimento de semicondutores no Brasil.

A ministra disse que vai buscar um nicho de atuação focado nos setores automotivos e energéticos.

Ministra Luciana Santos afirmou que formalizou uma parceria com o Vietnã com foco no desenvolvimento de semicondutores no Brasil  Foto: FELIPE RAU /ESTADÃO

“Sabemos que os chamados chips, que são circuitos integrados, ele vai do smartphone à rastreabilidade da agropecuária. Ele é usado em tudo o que é cadeia produtiva. E não pode o Brasil ficar fora disso”, disse a ministra durante participação na live “Conversa com o Presidente”.

“É claro que a gente não vai fazer chip na escala nanométrica que o leste asiático faz, mas a gente vai buscar um nicho do mercado, que será o setor automotivo e energético, que vão precisar muito de chip para poder continuar liderando transição energética.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.