Caixa começa a oferecer financiamento do Casa Verde e Amarela com até 35 anos de prazo

A medida permitirá uma redução no valor das parcelas dos financiamentos, dado que o valor principal fica diluído ao longo de um período maior de amortização

PUBLICIDADE

Foto do author Matheus Piovesana
Por Matheus Piovesana (Broadcast)

A Caixa Econômica Federal (CEF) inicia nesta quinta-feira, 1, a oferta do financiamento imobiliário do programa Casa Verde e Amarela (CVA) do governo federal com prazo maior. Com a lei 14.438/22, o prazo máximo foi ampliado de 30 para 35 anos.

O Estadão/Broadcast antecipou a ampliação do prazo pelo banco. A medida permitirá uma redução no valor das parcelas dos financiamentos, dado que o valor principal fica diluído ao longo de um período maior de amortização. Isso deve ajudar a estimular a compra de imóveis através do programa.

Contratos do programa Casa Verde Amarela aumentaram Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

PUBLICIDADE

A Caixa calcula que para famílias com renda de até R$ 8.000 mensais, o novo prazo levará a uma queda de 5% a 7,5% no valor das prestações.

O banco público opera o CVA quase sozinho, respondendo por 99,9% da aplicação de recursos do programa. O orçamento estimado para este ano é de R$ 68 bilhões, segundo o banco público, que espera um estímulo ao setor com a medida.

Em julho, após aprovação do Conselho Curador do FGTS, a Caixa fez mudanças nas condições de contratação de financiamentos com recursos do Fundo, que incluíram a ampliação das faixas de renda permitidas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.