EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores do mundo dos negócios

Bradesco dobra venda de consórcios pelo digital e bate R$ 1,2 bi em 2023

Canal responde por 10% das vendas para pessoas físicas da instituição

PUBLICIDADE

Foto do author Matheus Piovesana
Por Matheus Piovesana (Broadcast)
Consórcio para a compra de automóveis responde por 52% da procura Foto: Nilton Fukuda/Estadão Conteúdo

O Bradesco dobrou a venda de consórcios pelos canais digitais no ano passado na comparação com 2022, atingindo a marca de R$ 1,2 bilhão. O digital responde por cerca de 10% das vendas para pessoas físicas da administradora de consórcios do banco, sendo que o consórcio para a compra de automóveis responde por 52% da procura. Logo em seguida vem o de imóvel, com 39% do total.

PUBLICIDADE

O diretor da Bradesco Consórcios, Henrique Fernandes, afirma que a empresa deve reforçar ainda mais o digital, e que está levando os produtos para mais correspondentes bancários. Também devem ganhar espaço os corretores que vendem os produtos da Bradesco Seguros, e as equipes da financeira do banco.

O mercado de consórcios cresceu 25,6% no ano passado, chegando a R$ 316,7 bilhões em créditos comercializados, segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). O setor ganhou tração com os juros a dois dígitos, que fez com que muitos clientes adiassem a tomada de financiamentos diante das taxas elevadas, e preferissem pagar cotas de consórcio até que elas caiam.

Contemplações somaram R$ 14 bilhões em 2023

No ano passado, o Bradesco fez mais de 230 mil entregas de cartas de crédito, as chamadas contemplações, com valor de R$ 14 bilhões, o que representou cerca de 30% do volume do mercado. Em veículos, o banco estima pagar cerca de 800 cartas ao dia.


Publicidade

Este texto foi publicado no Broadcast no dia 25/01/24, às 18h27

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.