EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores do mundo dos negócios

Em ano difícil, Neon tem crescimento de 35% na base de clientes

Fintech alcançou 22 milhões de pessoas ao fim de 2022

Foto do author Altamiro Silva Junior
Foto do author Matheus Piovesana
Por Altamiro Silva Junior (Broadcast) e Matheus Piovesana (Broadcast)


Inadimplência tem se mantido estável na Neon Foto: Lorenzo Scavone Foto: Lorenzo Scavone

Em um ano difícil para o crédito e com os bancos digitais mais cautelosos, a fintech Neon conseguiu obter crescimento de 35% na base de clientes, chegando a 22 milhões de pessoas ao fim de 2022. Para aqueles com maior dificuldade para conseguir crédito, passou a liberar limites a partir da aplicação, pelo cliente, em seus produtos de renda fixa, a partir de R$ 10, como em um CDB oferecido pela parceria que o Neon tem com o BV.

Com o aperto das condições financeiras desde o ano passado, fintechs têm oferecido alternativas para que os clientes consigam crédito. Uma opção popular tem sido o cartão garantido por aplicações em CDBs, como o lançado pela PagSeguro. No Neon, a aplicação é apenas uma forma de avaliar a capacidade de crédito do usuário, e não uma garantia.

Fintech dosa oferta de produtos de crédito

PUBLICIDADE

No pré-lançamento dessa funcionalidade, em outubro, foram 56 mil adesões. Segundo Alexandre Zaia, chefe de Cartões da Neon, a inadimplência tem se mantido estável na fintech e, para evitar a piora do risco, tem dosado a oferta de produtos de crédito. Ainda sem os números fechados de 2022, a expectativa é que a carteira de crédito dobre de tamanho. Ao fim do primeiro semestre, estava em R$ 2 bilhões.


Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 11/01/2023, às 11h19

Publicidade

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.